0

Saída de Diego Souza abre vaga de protagonista no elenco do Botafogo

Ex-camisa 7 deixou o clube sem cumprir a missão de ser o principal nome do Alvinegro na temporada passada e outros jogadores podem assumir essa função em 2020

12 jan 2020
09h02
atualizado às 09h02
  • separator
  • 0
  • comentários

A passagem de Diego Souza pelo Botafogo chegou ao fim, no início da última semana, sem que ele tivesse atendido às expectativas de torcedores e dirigentes de ser o grande protagonista do elenco na temporada passada.
A saída do meia-atacante deixa aberta a vaga para o posto de nome referência do elenco alvinegro. Em um grupo formado por muitos jogadores jovens ou ainda considerados aposta, alguns nomes surgem como candidatos. Os mais cotados são o meia João Paulo, o lateral-direito Marcinho e o zagueiro Marcelo Benevenuto.

Fotos: Vítor Silva/Botafogo
Fotos: Vítor Silva/Botafogo
Foto: Lance!

O gaúcho João Paulo chegou à General Severiano em 2017 e foi um dos destaques da equipe comandada por Jair Ventura naquele ano. Na temporada seguinte, sofreu com uma fratura na perna direita que o deixou de fora por um longo período. Em 2019, deu a volta por cima e conseguiu recuperar, aos poucos o bom futebol para terminar o ano em alta. O meia foi o o campeão em assistências que resultaram em finalizações da equipe, no Brasileirão, com 41 acertos no fundamento. O jogador de 28 anos também teve a melhor média de passes certos da equipe na competição, com um índice de 91%, segundo o site Footstats.

O meia inicia 2020 como um dos principais ativos do Glorioso e chances de ser negociado. Seattle Sounders, dos Estados Unidos e o Besiktas, da Turquia mostraram interesse, mas não enviaram propostas. João Paulo iniciou, neste domingo, período de pré-temporada com o Glorioso e, enquanto permanecer, fica como uma referência dentro de campo para os companheiros e forte candidato ao posto de protagonista.

O lateral-direito Marcinho é outro que pode assumir esse papel. Após a pausa para a Copa América, cresceu de produção e mudou de status no Alvinegro. De alvo preferido das críticas da torcida no início do ano, ele se converteu em referência dentro do clube, a ponto de ser um dos mais aclamados na pelos alvinegros nas arquibancadas do Nilton Santos.

As boas atuações renderam a Marcinho a primeira convocação para a Seleção Brasileira, no final de setembro. Aos 23 anos, também mostrou versatilidade, ao exercer a função de ala ofensivo em algumas partidas. Terminou a temporada com 42 jogos, um gol e quatro assistências que resultaram em gol.
Zagueiro pode se consolidar

No setor defensivo, um outro nome corre por fora para se tornar ídolo do Glorioso. Aos 24 anos, Marcelo Benevenuto, criado nas categorias de base do clube foi colocado em situações delicadas durante toda a temporada e correspondeu à altura. O jovem substituiu os titulares Gabriel e Carli, por lesões ou suspensões, e se tornou um dos destaques da equipe comandada por Alberto Valentim, na reta final do Brasileirão. Terminou o ano com 33 jogos disputados e três gols. Com a saída do camisa 2 para o Atlético-MG, a tendência é que se destaque e vire a referência defensiva da equipe.

Marcelo terá a concorrência de Kanu, outra cria da base e de Ruan Renato, zagueiro contratado do Figueirense, por empréstimo, que atuou pela equipe catarinense na Série B, na última temporada.

O Botafogo embarca, neste domingo, para a pré-temporada no Hotel Fazenda China Park, no Espírito Santo. O elenco retorna ao Rio de Janeiro dia 24 deste mês. Nas duas primeiras rodadas do Campeonato Carioca, dias 18 e 21, o Glorioso deve utilizar uma equipe mista para encarar Volta Redonda e Madureira.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade