1 evento ao vivo

S/A, Cuiabá... Botafogo tem dia para esquecer dentro e fora de campo

Terça-feira é marcada por derrota na Copa do Brasil, saída de membro importante para projeto da S/A e exposição de Felipe Neto nas redes sociais sobre o clube-empresa

28 out 2020
06h43
atualizado às 11h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A derrota para o Cuiabá, pelo jogo de ida das oitavas da final da Copa do Brasil, não foi o único problema da terça-feira do Botafogo. Aliás, analisando com um olhar a longo prazo, o resultado negativo nos primeiros 90 minutos do duelo pode parecer até mesmo a menor dor de cabeça do Alvinegro, que teve um dia para esquecer dentro e fora de campo.

(Foto: Vítor Silva/Botafogo)
(Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

Tudo começa à tarde. Como informado pelo "Ge", Laércio Paiva, líder do plano de negócios da Botafogo S/A, deixou o projeto alegando "motivos pessoais". O empresário era o cabeça da possível profissionalização do departamento de futebol, que, consequentemente, sofreu um grande baque.

A Botafogo S/A passa por dificuldades. O plano inicial é de arrecadar R$ 250 milhões para pagar dívidas a curto prazo e investir no futebol. O Botafogo, com a presença de possíveis investidores, chegou a pouco mais de R$ 200 milhões. Com dificuldade para completar a quantia, passou-se a pensar em planos B em General Severiano, como, por exemplo, a recuperação judicial.

Chegou a noite. A partida contra o Cuiabá tinha tudo para dar um novo ânimo à negativa em relação ao projeto da S/A. Em campo, contudo, a equipe comandada por Bruno Lazaroni apresentou mínimas variações táticas, não saiu da pressão exercida pelo Cuiabá e amargou um revés por 1 a 0.

O Alvinegro terá que correr atrás do resultado na próxima terça-feira, na Arena Pantanal. Contudo, terá que apresentar um futebol muito além do que foi mostrado nas últimas duas partidas - diante de Goiás e o próprio Cuiabá. Vale ressaltar que a classificação na Copa do Brasil também vale R$ 3,3 milhões.

O dia do Botafogo acabou apenas na madrugada de quarta-feira. Felipe Neto, ex-patrocinador do Alvinegro e influenciador digital, começou uma série de tweets expondo fatos e dando opiniões sobre a Botafogo S/A. A partir da saída de Laércio Paiva, o youtuber acredita que o projeto de clube-empresa não saíra do papel.

Para ele, o Botafogo não se salvará da falência sem a S/A. A série de postagens logo gerou uma mobilização por parte da torcida, que ficou revoltada com a atual situação do clube e com os atuais dirigentes.

O dia 27 de novembro de 2020 será para esquecer para qualquer torcedor do Botafogo. Qualquer parte dele, vale ressaltar. Tarde, noite e até mesmo a madrugada, se estendendo para o começo do dia 28. As consequências para o clube de General Severiano dentro e fora de campo geradas nesta terça-feira podem ficar marcadas para sempre.

Veja também:

Seleção feminina ganha camisas sem estrelas do masculino
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade