0

Rodrigo Santana é apresentado ao Avaí e promete time ofensivo

Treinador concedeu a sua primeira entrevista coletiva e explicou que pretende propor o jogo

18 fev 2020
19h37
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após a vitória no clássico com o Joinville, o Avaí ganhou folga e se reapresentou nesta terça-feira com novidade. Trata-se do técnico Rodrigo Santana, que concedeu a sua primeira entrevista coletiva na Resscada.Ciente da importância do seu papel para recuperar o Leão, o novo comandante quer mais entrega dentro de campo para colocar o clube no patamar de protagonista do estadual.

André Palma/Divulgação/Avaí
André Palma/Divulgação/Avaí
Foto: Lance!

'Quando mais se afunila, mais difícil fica. O Catarinense sempre foi concorrido. Vejo o Brusque se destacando e batendo de frente com os grandes. Os clubes com menos tempo de pré-temporada demoram mais para engrenar. O tempo é curto, mas precisamos reagir. Nos cobramos bastante para ir bem. Mais um vez eu digo que o Avaí tem que ser protagonista e buscar o título. Não consigo pensar no segundo semestre sem pensar aqui no estadual', afirmou.

Questionado sobre o estilo de jogo, Rodrigo Santana afirmou que gosta de armar a sua equipe no 4-1-4-1, mas independente do número tático, ele quer deixar o Leão no campo ofensivo.

'A ideia sempre é propor, e o Avaí como grande tem que ser protagonista. Mas ainda analiso as características de cada atleta. Tudo é analisado para criar um ideal para o time. Mas é preciso ver no elenco se todos estarão adaptados ao meu estilo. Vamos com cautela e olhar para cada um. Esse é o nosso propósito. A gente tem que propor, mas não dá para dizer qual sistema ainda. Prefiro no 4-1-4-1. Gosto de criar situações em cima do adversário. Caso o adversário tenha dificuldade de propor, vou dar a bola para ele. Tudo é preciso ser alinhado em cima da análise de desempenho', explicou o treinador.

Por fim, ele elogiou a qualidade do elenco, que tem sido muito criticado pela torcida neste inicio de ano.

'Realmente a grande maioria dos jogadores conquistaram títulos no cenário nacional, grandes exibições, tiveram sucesso e hoje estão aqui. Precisam repetir o mesmo sucesso. São acima da média, precisa fazer com que estejam o máximo estimulado possível para voltar a ter esse nome no cenário nacional. Isso também é um atrativo para um treinador. Nós treinadores independente da oferta, divisão, clube., é preciso analisar o clube que você recebeu a proposta. O Avaí não só a gestão, tem um elenco que me oferece isso', finalizou.

Veja também:

Editor do L! analisa sorteio de mando na final da Taça Rio
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade