4 eventos ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Rodrigo Caio reencontrará colega da base em Cotia no jogo contra o CRB

Pedrinho, meia que atuou pelo Tricolor em Cotia entre os 12 e os 20 anos de idade, vive a expectativa de rever o zagueiro da Seleção Brasileira no duelo em Maceió, nesta quarta

13 mar 2018
08h04
atualizado em 21/3/2018 às 16h51
  • separator
  • comentários

Nesta quarta-feira, em Maceió, Rodrigo Caio, convocado para os últimos amistosos da Seleção Brasileira, reencontrará em Maceió um antigo companheiro. O meia Pedrinho, hoje no CRB, adversário do Tricolor pela terceira fase da Copa do Brasil, foi seu colega em Cotia, e espera rever o amigo.

Meia Pedrinho atuou em Cotia entre os 12 e os 20 anos de idade
Meia Pedrinho atuou em Cotia entre os 12 e os 20 anos de idade
Foto: Arquivo pessoal / LANCE!

- Tenho um grande respeito e admiração pelo Rodrigo Caio e pelo jogador que ele está se tornando. Sempre foi um líder dentro e fora dos vestiários. Faz um tempo que não tenho contato - disse o meia, de 23 anos, e que defendeu o São Paulo entre os 12 e os 20 anos de idade.

Pedrinho conquistou títulos na base tricolor, mas não conseguiu vaga no time principal e, desde 2014, passou a jogar em clubes como Boa Esporte-MG, Ituano, Barra-SC e Cianorte-PR antes de chegar ao CRB, no começo deste ano. Ainda busca espaço no time alagoano, tanto que não foi relacionado para o jogo de ida, vencido pelo São Paulo há duas semanas, por 2 a 0, no Morumbi - a equipe nordestina terá de ganhar por, ao menos, três gols de diferença para se classificar, ou por dois para levar a decisão para os pênaltis.

- Não fiquei frustrado por não ter ido ao Morumbi. Faz parte do futebol, e temos de respeitar a decisão do treinador. Agora, o foco é nesse jogo da volta, entrar em campo pensando apenas nesse duelo. Sabemos da nossa força jogando em casa e podemos reverter. Temos um grupo muito qualificado. Precisamos manter a concentração. Vamos contar com o apoio do nosso torcedor para essa partida, eles são o nosso combustível - comentou, sem esconder que sonha jogar pelo time principal do São Paulo.

- Quem sabe um dia o meu caminho cruze com o São Paulo novamente, mas, hoje, o meu foco é o CRB, e meu foco está todo voltado ao clube. Não fico pensando nesse tipo de coisa. Tenho trabalhado bastante para poder ajudar o CRB, treinando com muita vontade e com muita intensidade para estar pronto sempre que precisarem de mim.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade