1 evento ao vivo

Roberto Carlos revela motivo para Real demitir Luxemburgo

Lateral-esquerdo que marcou época no clube contou detalhes da demissão do treinador brasileiro em entrevista

9 out 2019
19h09
atualizado às 19h24
  • separator
  • 0
  • comentários

O ex-jogador Roberto Carlos voltou a falar sobre a rápida passagem do treinador Vanderlei Luxemburgo no Real Madrid, em 2004. Ídolo dos 'Blancos' e membro do notório time dos Galáticos, o brasileiro explicou que 'Luxa' foi demitido do cargo de comandante do clube: ele proibiu a bebida dos jogadores no vestiário.

Roberto Carlos e Vanderlei Luxemburgo durante treino do Real.
Roberto Carlos e Vanderlei Luxemburgo durante treino do Real.
Foto: Andrea Comas AC / ABP / Reuters

- O Vanderlei Luxemburgo ficou seis meses no Real Madrid. No segundo jogo da Liga, tínhamos o costume de chegar na concentração, deixar as malas no quarto e, antes do jantar, tomar nossa cervejinha e nosso vinho. E sempre em cima da mesa tinha o vinho, duas garrafas em cada mesa - afirmou.

Roberto Carlos ainda afirma que ele e Ronaldo tentaram aconselhar o comandante sobre os costumes dos jogadores, mas que foram ignorados.

- Eu e o Ronaldo chegamos no professor e falamos: 'Temos uns costumes aqui e você vai ver, mas tenta não mudar. Não tira o vinho da mesa e os 20 minutos da cerveja antes do jantar porque senão vai ter problema. Aí o que ele fez? tirou primeiro a cerveja e depois as garrafas de vinho. Demorou três meses porque o mundo do futebol é pequeno, as notícias chegaram na diretoria e tchau. Era nosso ambiente de vestiário - finalizou, em entrevista ao ex-goleiro português Vitor Baía.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade