0

Retorno de Felipão ao Cruzeiro divide opiniões. Torcedores lembram 7 a 1

Pelas redes, cruzeirenses e adeptos de outros clubes opinaram contra e a favor da contratação de Luiz Felipe Scolari pela Raposa, anunciada na noite desta quinta-feira

15 out 2020
21h21
atualizado em 16/10/2020 às 10h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Cruzeiro oficializou nesta quinta-feira a contratação do técnico Luiz Felipe Scolari. Felipão estava sem clube há mais de um ano após deixar o Palmeiras e assinou com a Raposa até o fim de 2022. A notícia dividiu opiniões de torcedores na web. Enquanto uns criticaram a decisão da diretoria, outros preferiram desejar sorte ao treinador.

Felipão foi criticado e elogiado na chegada ao Cruzeiro (Reprodução)
Felipão foi criticado e elogiado na chegada ao Cruzeiro (Reprodução)
Foto: Lance!

- Como a gente vai pagar o Felipão eu não sei, mas gostei. Se ele realmente se colocou à disposição do Cruzeiro desde a saída do Enderson, mostra que tá disposto a assumir essa bomba que ninguém quer, então já ganha ponto. Precisamos mais do que nunca de gente que queira estar aqui - escreveu uma torcedora

Uma outra parte dos torcedores questionou a capacidade do técnico de tirar o clube da crise. Outros lembraram a goleada de 7 a 1 sofrida pela Seleção Brasileira com ele no comando na Copa de 2014.

- O que faz uma pessoa consagrada, que ganhou tudo (títulos e financeiramente) na vida, que poderia agora aproveitar isso que ganhou, aceitar treinar o Cruzeiro?! Felipão deve estar louco - questionou um torcedor.

- Felipão, Cruzeiro e Mineirão, sei não, a chance de se repetir um 7 x 1 de novo, é enorme - acrescentou outro internauta

Felipão chega à Toca da Raposa para substituir de Ney Franco, demitido no último domingo. Ele vai precisar trabalhar bastante para ajudar o Cruzeiro a pelo menos permanecer na Série B do Campeonato Brasileiro. A Raposa está em 19º, com apenas 12 pontos em 16 partidas.

O treinador pentacampeão do mundo em 2002 retorna ao clube depois de 20 anos. Entre 2000 e 2001, ele dirigiu a equipe em 75 partidas e foi campeão da Copa Sul-Minas de 2001.

Veja também:

A novela continua! Após desistir de espanhol, Palmeiras segue em busca de novo técnico
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade