PUBLICIDADE

Retorno de Dudu tem contagem regressiva e clima de festa no Palmeiras

Atacante representa um dos negócios mais lucrativos da história e volta é celebrada por todos os setores do clube

16 mai 2021 08h32
| atualizado às 08h32
ver comentários
Publicidade

O Palmeiras precisou esperar até o último minuto para poder concretizar o retorno de Dudu. Preparado para anunciar a volta, a equipe de marketing trabalhou com vídeos e postagens para formalizar o novo velho reforço, mas teve de aguardar até que o prazo que o Al-Duhail tinha para exercer sua cláusula de compra, expirada às 23h59 deste sábado (15).

(Foto: Divulgação/Bruno Ulivieri)
(Foto: Divulgação/Bruno Ulivieri)
Foto: Lance!

O clima de todo o clube foi de cautela durante o processo, mas com um final de muita alegria e animação entre os envolvidos. A felicidade foi geral, da direção executiva, passando pela comissão técnica e chegando até aos funcionários, satisfeitos em ter Dudu.

O Palmeiras não mudou de postura em relação àquilo que havia sido combinado no contrato de empréstimo. Sem aceitar qualquer tratativa para diminuir o valor da compra, de 6 milhões de euros (R$ 38,42 milhões), o Verdão tinha claro que se o Al-Duhail não se manifestasse pela execução da cláusula, o jogador retornaria. Nunca cogitou qualquer outro tipo de transferência, valor ou modelo de operação. E isso se concretizou no primeiro minuto deste domingo.

Os relatos da direção do clube ao LANCE!/NOSSO PALESTRA contam que internamente o negócio, agora concretizado no retorno, é um dos maiores já feitos pelo clube, além de lucrativo, muito vitorioso. Sem Dudu por um ano, período no qual foi campeão Paulista, da Copa do Brasil e da Libertadores, o Verdão recebeu 7 milhões de euros (R$ 44 milhões, na cotação de quando o acordo foi selado) e ainda se viu livre dos altos salários do atacante.

Diante de tudo isso, a volta de Dudu é um resultado financeiro muito satisfatório e representa o reforço pedido por Abel, que vinha incomodado com a falta de chegadas ao seu elenco. Além de ser muito querido por todos os membros do clube, o camisa 7 é um visto com uma acréscimo de talento muito significativo. À reportagem, um dirigente citou Dudu como um "reforço que não se consegue comprar, teria um custo digno de futebol europeu".

Com o final do contrato de empréstimo, vigente até junho, Dudu voltará a ser jogador do clube no primeiro dia de julho, mas deverá entrar em campo apenas em agosto, com a abertura da janela de transferências. Dudu passa férias em Miami, nos Estados Unidos, com sua noiva.

Lance!
Publicidade
Publicidade