0

Reta final do Brasileiro e expectativa por S/A: o dezembro do Botafogo

Último mês de 2019 reserva os dois últimos compromissos para o Alvinegro no Campeonato Brasileiro e reunião determinante para o projeto de profissionalização

3 dez 2019
07h02
atualizado às 10h53
  • separator
  • 0
  • comentários

O último mês de 2019 chegou. Depois de uma longa temporada, o Botafogo aparece em dezembro aliviado, por estar matematicamente livre do risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. A, agora, situação tranquila na tabela deve virar um objetivo para garantir a vaga na Sul-Americana. Fora de campo, porém, o período é cercado de expectativa em cima do projeto do clube-empresa.

Time do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Time do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

Antes de pensar na profissionalização do futebol, o Botafogo terá os últimos compromissos do Campeonato Brasileiro. Em cinco dias, dois jogos: na próxima quarta-feira, às 19h, o Atlético-MG, no Mineirão. No domingo, na última rodada, o Alvinegro vai ao Estádio Nilton Santos para medir forças com o Ceará, às 16h. De praxe, o calendário nacional não permite tempo para longos treinamentos e período de recomposição física.

> CONFIRA A TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Os comandados de Alberto Valentim, portanto, terão que se superar na parte física. Além da sequência cheia em dezembro, o Botafogo já vem de um calendário repleto de partidas: em 35 dias, o Botafogo entrou em campo nove vezes - duas em setembro e sete em outubro, todas pelo Brasileirão. O técnico não tem uma semana cheia para trabalhar desde o período entre os dias 11 e 17 de novembro.

Com 42 pontos e na 14ª colocação, o objetivo do Botafogo é terminar o Brasileirão na parte superior da tabela e, consequentemente, garantir uma vaga na próxima Copa Sul-Americana. A diretoria entende que é importante não deixar de jogar uma competição internacional - a última vez que isto ocorreu foi em 2016, quando o Alvinegro retornou da segunda divisão.Se os objetivos dentro de campo forem bem sucedidos, a tendência é que isto se repita longe das quatro linhas. No dia 12 de dezembro, o Conselho Deliberativo do Botafogo terá acesso ao projeto da profissionalização, que vai separar o departamento de futebol do núcleo social no Alvinegro, na sede de General Severiano. Com o exposto, os conselheiros votarão pela mudança no estatuto, permitindo que o plano seja, definitivamente, iniciado.

Um grupo com cerca de 15 pessoas, formado por dirigentes e cardeais, está formulando o plano de negócios da Botafogo S/A há, pelo menos, quatro meses. Da fase inicial, com o estudo sobre as finanças do clube, organizado pelos irmãos Moreira Salles em parceria com a Ersnt & Young, a aprovação dos envolvidos e a busca por possíveis investidores, a profissionalização pode ter um desfecho feliz.

Pode parecer clichê, mas dezembro de 2019 será um mês fundamental para ditar qual será o ritmo do Botafogo no ano que vem - tanto dentro quanto fora de campo.

NOVEMBRO MOSTROU EVOLUÇÃO
Com três três vitórias, novembro foi o mês com mais triunfos desde o retorno de Alberto Valentim ao Botafogo. Mesmo que o número de derrotas ainda seja maior - quatro ao todo -, o Alvinegro evoluiu, apesar de ainda ter dificuldades com o desempenho dentro de campo, principalmente para criar chances no setor ofensivo. De qualquer forma, a equipe ficou mais competitiva.

Nessa altura da temporada, porém, mais vale vencer do que performar. Para o Botafogo, que praticamente se livrou dos riscos de rebaixamento e pagou duas folhas de salários aos jogadores - mas ainda devendo aos funcionários, novembro pôde ser considerado como um mês positivo.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade