0

Reserva, Di María chega a 100 jogos e vê melhor partida da Argentina

Jogador perdeu espaço entre os titulares e entrou apenas durante o segundo tempo da vitória contra a Venezuela no Maracanã

29 jun 2019
06h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Quando Ángel Di María entrou em campo aos 18 minutos do segundo tempo no lugar de Lautaro Martínez, a torcida vaiou. Neste caso, não ele, mas a substituição do técnico Lionel Scaloni. O momento do camisa 11 na Argentina, no entanto, não é bom. Um dos jogadores que estiveram em todos os campeonatos recentes, ele vem perdendo espaço entre os titulares. Mesmo assim, chegou aos 100 jogos com a camisa argentina.

Di María, durante duelo contra a Venezuela (Foto: Douglas Magno / AFP)
Di María, durante duelo contra a Venezuela (Foto: Douglas Magno / AFP)
Foto: Lance!

Mesmo ficando menos tempo em campo, Di María colocou esse como o melhor jogo da seleção albiceleste nesta Copa América. Com a vitória por 1 a 0 contra a Venezuela no Maracanã, a equipe se classificou às semifinais da competição.

- Tínhamos que fazer o que meus companheiros fizeram, que era deixar tudo em campo para avançar às semifinais. Sim (foi o melhor jogo da Argentina). Acredito que depois do Qatar, ficaríamos mais tranquilos para jogar. Isso foi importante para a equipe e para todos. Foi uma outra Argentina, com mais ânimo - analisou.

O duelo na próxima fase será contra a Seleção Brasileira, no Mineirão, na próxima terça-feira. O último clássico entre as seleções foi em outubro de 2018, quando o Brasil venceu por 1 a 0 com gol de Miranda nos acréscimos.

- Será complicado. Acho que todas as seleções podem dificultar. Todas estão fortes, se fecham bem atrás. O Brasil jogará de igual para igual, com certeza. É o time local e nós temos que tentar fazer nosso jogo, o que fizemos contra a Venezuela - disse, afirmando depois que ainda não falou com os companheiros de Paris Saint-Germain sobre o confronto.Um dos melhores do mundo, a expectativa sobre Lionel Messi é sempre grande. Nesta Copa América, porém, o camisa 10 ainda não conseguiu ter uma atuação digna de seu futebol, marcando apenas um gol até o momento. Di María defendeu o companheiro e disse que o jogador do Barcelona ajuda em outras coisas.

- Acho que o Leo (Messi) está fazendo as coisas muito bem. Não marcou muitos gols, que é o que faz habitualmente, mas está fazendo um grande trabalhado. Correndo, ajudando. Sabemos que na Copa América tem que correr e depois pensar no resto. Acho que ele está muito bem - completou.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade