0
Logo do BOA EC
Foto: Antonio Cicero/FramePhoto / Gazeta Press

BOA EC

Marca de material esportivo critica Boa por acerto com Bruno

Gerente de marketing, Sergio Grer, afirma que patrocinadores não foram consultados antes de clube decidir pela contratação do goleiro, que foi apresentado nesta terça

14 mar 2017
11h23
atualizado às 14h55
  • separator
  • comentários

O gerente de marketing da Kanxa, Sergio Grer, não escondeu que o receio de associar a marca à imagem do Boa Esporte, que abriu as portas para o Bruno, fez a fornecedora afastar-se do clube mineiro. Em entrevista ao LANCE! , o representante da empresa questionou o Boa por não avisar os seus antigos apoiadores do acerto com o goleiro, e apontou que a permanência da Kanxa seria um "marketing negativo".

- Em momento algum, eles conversaram com nenhum dos parceiros. Na verdade, o que aconteceu foi um "marketing negativo". Não é meramente a ressocialização de um atleta à sociedade, mas o impacto que a contratação do Bruno para o clube.

Grer detalhou o motivo da demora para o clube se pronunciar. A nota oficial da Kanxa aconteceu na segunda-feira, três dias depois da confirmação do Boa Esporte:

- Soubemos da notícia na noite de sexta. Precisávamos conversar com o Boa para confirmar o acerto e nos reunirmos, o que só conseguimos ontem (segunda-feira). Por isto, a Kanxa demorou a dar uma resposta. Ao confirmarmos que o Boa acertou com o Bruno, automaticamente emitimos uma nota para romper contrato.

O gerente de marketing ainda apontou que a empresa foi alvo de críticas aos olhos do público:

- Lógico, associaram todo mundo. A Kanxa somente fornece material esportivo, mas pela postura da diretoria do Boa, ficou meio complicado.

'Ao confirmarmos o acerto do Bruno com o Boa, rescindimos automaticamente', disse Grer (Reprodução/Twitter)
'Ao confirmarmos o acerto do Bruno com o Boa, rescindimos automaticamente', disse Grer (Reprodução/Twitter)
Foto: LANCE!

Além da Kanxa, outros quatro patrocinadores se afastaram do Boa devido ao anúncio de Bruno: o patrocinador máster Góis & Silva, a Cardiocenter, a Magsul e a Nutrends Nutrition. O goleiro, que assinou por dois anos, foi apresentado na manhã desta terça-feira.

O Boa Esporte será o primeiro clube de Bruno após deixar a cadeia, onde ficou por sete anos. O jogador de 32 anos saiu no dia 24 de fevereiro graças a um habeas corpus concedido pelo STF, e aguardará em liberdade o resultado do recurso da condenação da pena de 22 anos e três meses de prisão por sequestro, morte e ocultação de cadáver de Eliza Samudio.

Veja também:

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade