1 evento ao vivo

Relembre grandes nomes que tiveram jogo de despedida do futebol

Zé Roberto terá jogo seu jogo de despedida no Palmeiras, no próximo domingo. Listamos as partidas festivas com adeus marcantes aos craques da bola nos últimos anos

11 jan 2019
16h32
  • separator
  • comentários

O meia Zé Roberto vai se despedir de vez do futebol, no próximo domingo, às 10h, no Allianz Parque, em São Paulo. Para celebrar a ocasião, foi marcada uma partida festiva ente amigos do ex-jogador e uma equipe chamada de "Palmeiras de todos os tempos". Hoje assessor técnico do Verdão aos 44 anos, Zé Roberto, assumiu o cargo logo depois de se aposentar, no fim de 2017. O evento para marcar o adeus do ídolo é mais entre tantos outros que ocorreram no futebol nos últimos anos .

Agência Palmeiras/Divulgação
Agência Palmeiras/Divulgação
Foto: Lance!

JÚLIO CÉSAR

Júlio César se despediu no Maracanã lotado (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Para dar adeus ao futebol, Júlio César assinou contrato de três meses como o Flamengo, seu clube formador. O Ídolo da torcida, fez um jogo de despedia com o Maracanã lotado. O adeus foi em grande estilo. Na última partida do goleiro como profissional, em abril do ano passado, o Flamengo venceu o América-MG por 2 a 0, diante de 50 mil torcedores. O goleiro, inclusive, teve ótima atuação fazendo grandes defesas.

PETKOVIC

Petkovic recebe placa na despedida (Foto: Alexandre Loureiro)

Petkovic encerrou a carreira em junho de 2011, aos 38 anos. Pelo Flamengo, Pet se despediu dos gramados com um empate em 1 a 1 contra o Corinthians, no Engenhão. Aos gritos de 'Fica' e 'recordar é viver, o sérvio ainda deu volta olímpica, chorou muito - o que era raro - e recebeu uma homenagem das mãos da ex-presidente Patrícia Amorim. Além do Rubro-Negro, Pet defendeu Atlético-MG, Santos, Goiás, Fluminense, Al Ittihad FC-KSA, Vasco, Shanghai Shenhua-CHN, Venezia-ITA, Vitória, Racing Santander-ESP, Real Madrid-ESP, Sevilla-ESP, Crvena Zvezda- SRB, Radnicki Nis-SRB.

EDMUNDO

Edmundo encerrou a carreira em 2012 (Foto: Reprodução)

Edmundo teve sua festa de despedida do futebol em março de 2012, aos 40 anos. O Vasco abriu as portas de São Januário para receber o seu filho pela última vez. Diante do Barcelona de Guayaquil, do Equador - reedição da final da Libertadores de 1998 - Edmundo jogou muito na goleada por 9 a 1. O Animal foi o grande astro da festa com dois golaços e belas jogadas. Segundo o craque, o jogo foi "inesquecível". Além do Vasco, Edmundo defendeu Palmeiras, Flamengo, Corinthians, Fiorentina, Napoli, Santos, Cruzeiro, Tokyo Verdy -JPN, Urawa Reds -JPN, Fluminense, Nova Iguaçu e Figueirense.

MARCOS

Despedida do goleiro Marcos foi em jogo do Palmeiras de 1999 x Seleção Brasileira de 2002(Foto: Tom Dib)

Marcos terminou a carreira em dezembro de 2012, aos 39 anos. Ídolo do Palmeiras, "São Marcos" pendurou as chuteiras e se despediu da torcida do Verdão em partida amistosa, que contou com convidados como Ronaldo, Cafu, Roberto Carlos, Evair, Edmundo e Ademir da Guia. O Jogo reuniu os campeões do mundo de 2002 e os palmeirenses que conquistaram a Libertadores de 99. Mas ninguém brilhou mais que o goleiro. Marcos fez boas defesas (como de costume), anotou um gol de pênalti e ainda virou centroavante no segundo tempo. Ao término do jogo, fez alguns agradecimentos especiais.

ROGÉRIO CENI

Em 2015, Rogério Ceni se despediu com festa no Morumbi (Foto: AFP / MIGUEL SCHINCARIOL)

Rogério Ceni se despediu do futebol em dezembro de 2015, aos 42 anos. Ceni e o São Paulo organizaram um grande espetáculo, reunindo os campeões mundiais de 1992, 1993 e 2005 para um jogo histórico. Vitória da equipe do tri por 5 a 3 sobre o combinado dos bicampeões do início da década de 90. A noite foi uma grande festa com muito rock, reverência da torcida e uma constelação de ídolos. Foram muitos anos de dedicação ao Tricolor e muitos títulos.

LÉO

Léo se despediu do futebol aos 40 anos (Foto: Divulgação)

Léo se despediu do futebol em outubro de 2016, aos 40 anos. O ex-lateral encerrou sua carreira de jogador em amistoso contra o Benfica. O resultado de 1 a 1 foi apenas um pequeno detalhe para os 10 mil presentes. No jogo, Léo vestiu a camisa de ambos os times. O baixinho não fez gol, mas roubou os olhares do início ao fim. Léo deu adeus ao futebol no palco onde se tornou ídolo e detentor de oito títulos. A partida também celebrou o Centenário da Vila Belmiro e o adeus "atrasado" de Giovanni. Além do Santos, o ex-lateral defendeu o Benfica-POR, o Palmeiras, o União São João e o Americano.

KAKÁ

Divulgação / Twitter

Kaká encerrou sua carreira em novembro de 2017, aos 35 anos. Em sua despedida da Major League Soccer (MLS), o brasileiro chorou muito e viu sua equipe perder por 1 a 0 para o Columbus Crew. Kaká fez sua última partida contra um combinado de Porto Rico em jogo amistoso para arrecadar fundos às vítimas dos furacões que haviam devastado o país caribenho. O Orlando City venceu pelo placar de 6 a 1. Antes de a bola rolar, Kaká recebeu uma placa em homenagem aos três anos que defendeu a equipe dos Estados Unidos da América. Kaká também defendeu o São Paulo, o Milan e o Real Madrid.

MARTÍN PALERMO

Palermo teve despedida hollywoodiana na Bombonera (Foto: Marcos Brindicci/Arquivo)

Martín Palermo teve uma despedida digna de Hollywood em junho de 2011.Em seu último ato na Bombonera, palco do Boca Juniors, o maior artilheiro xeneize não marcou, mas levou a todos, Maradona, aos prantos. O Titán não marcou nos 90 minutos da partida contra o Banfield, mas foi ovacionado pela apaixonada torcida a cada toque na bola. Ao final da partida, uma grande festa o aguardava, com vídeos com mensagens gravadas por familiares e amigos do craque no telão do estádio. Palermo também recebeu uma capa de Super-Herói feita pelas crianças de um projeto social do Boca e deu uma volta olímpica, com lágrimas nos olhos.

RONALDO 'FENÔMENO'

 Ronaldo na despedida no Pacaembu (Foto: Ari Ferreira)

Ronaldo Luis Nazário de Lima, mais conhecido como fenômeno fez sua despedida dos gramados em uma partida pela Seleção Brasileira, no Pacaembu, em junho de 2011. Em jogo contra a Romênia, ele foi ovacionado por cerca de 30 mil torcedores após jogar os 15 minutos finais da partida. Os filhos Ronald e Alex entraram com o craque em campo, que discursou de um púlpito no centro do gramado. O Fenômeno deu uma volta olímpica no estádio e foi cumprimentado por romenos e brasileiros, entre eles Robinho e Neymar.

JEFFERSON

Jefferson teve despedida emocionante em 2018 (Foto: Lazlo Dalfovo)

O goleiro Jefferson teve sua partida de despedida no final de 2018. A emocionante homenagem foi contra o Paraná, no Nilton Santos, na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. A torcida do Glorioso compareceu em grande número, mesmo em uma noite chuvosa no Rio de Janeiro, e vibrou a cada toque na bola do ídolo. O camisa 1 recebeu homenagens antes e depois da bola rolar, com a presença até de sua mãe, que fez uma surpresa e emocionou o jogador.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade