PUBLICIDADE

Reforço do Mirassol, Raphael Macena está apto a jogar contra o Guarani

Atacante vindo do exterior foi devidamente regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) e inscrito no mata-mata do Paulistão

12 mai 2021 16h46
ver comentários
Publicidade

Dono da melhor campanha no Grupo D da primeira fase do Paulistão, o Mirassol encara em casa o Guarani, segundo melhor classificado na chave, nessa quarta-feira (12), às 21h (de Brasília). Desbancando o Santos, grande favorito do grupo, as equipes medem esforços para saber quem vai jogar a semifinal da elite do futebol paulista.

Atacante teve como último clube o PAE Chania, da Grécia (Divulgação/Mirassol)
Atacante teve como último clube o PAE Chania, da Grécia (Divulgação/Mirassol)
Foto: Lance!

Reforçando o clube para o restante da temporada, o Mirassol apresentou nessa semana o atacante Raphael Macena. O experiente atacante com passagens pelo futebol japonês, grego, além de outros clubes brasileiros assinou com o clube visando o Brasileirão Série C e, além de já ter o seu nome registrado pelo BID.

- O Mirassol está montando uma grande equipe e tem um trabalho interno muito bem construído, isso chamou a minha atenção para assinar com o clube. Foram poucos dias que cheguei aqui no Brasil, mas consegui perceber como os dirigentes estão presentes no dia a dia e como o grupo está unido - disse o atleta.

Raphael Macena é o 15º reforço do Mirassol nesta temporada. O Leão da Alta Araraquarense trabalhou bastante nos bastidores para reforçar a equipe que chega não só como o melhor aproveitamento do Grupo D como também o terceiro melhor ataque da competição entre os clubes do interior.

- A disputa no ataque vai ser bastante intensa, mas todos os jogadores e o clube precisam disso. Quanto maior a competitividade no elenco, mais a gente se esforça no dia a dia para buscar uma vaga na equipe titular - disse Raphael.

O Mirassol precisa vencer o duelo contra o Guarani para garantir vaga na semifinal tanto do Campeonato Paulista como também no Troféu do Interior. Em caso de derrota, o Mirassol não irá para o torneio interiorano se Bragantino e Ferroviária também perderem os seus jogos contra Palmeiras e São Paulo, respectivamente, por ter uma campanha de pontos menor do que a dos seus concorrentes.

Lance!
Publicidade
Publicidade