1 evento ao vivo

Rafaela Silva sofre punição e fica em quinto no Grand Prix de Zagreb

Brasileira campeã olímpica em 2016 chegou à disputa do bronze, mas foi punida por passividade e ficou sem medalha na luta contra Hedvig Karakas

27 jul 2018
15h31
  • separator
  • 0
  • comentários

Rafaela Silva foi a brasileira melhor colocada nesta sexta-feira no Grand Prix de Zagreb, mas ficou sem medalha. A campeã olímpica em 2016 chegou à disputa do bronze da categoria -57kg, mas foi punida em algumas ocasiões na luta contra Hedvig Karakas e foi derrotada.

No tempo normal, ambas as judocas receberam duas punições. Já no golden score, Rafaela foi penalizada após quatro minutos e meio de luta, devido a passividade na luta. A punição aplicada à brasileira deu a medalha de bronze para a húngara Karakas.

Esta foi a segunda competição da brasileira em 2018, um ano após uma cirurgia no cotovelo. O resultado foi a melhor colocação dentre os tupiniquins no primeiro dia do Grand Prix de Zagreb; Gabriela Chibana (48kg), Raphael Miaque (60kg) e Diego Santos (66kg) também competiram. A judoca agora direciona seus esforços pelo pódio ao Grand Prix de Budapeste, no mês de agosto.

Rafaela foi a melhor de sua chave nas preliminares, superando Corina Stefan (Romênia), Ivelina Ilieva (Bulgária) e a cabeça-de-chave Nora Gjakova (Kosovo). Na semifinal do peso leve feminino, foi vencida pela judoca canadense Jessica Klimkait por um waza-ari.

Brasileiros no GP de Zagreb (Foto: Reprodução/CBJ)

Quatro outros brasileiros competiram em Zagreb, mas sem medalhas
Kamila Silva (-57kg) era outra brasileira na mesma categoria de Rafaela, mas foi superada logo na primeira luta após o ippon da alemã Theresa Stoll. Já Gabriela Chibana (-48kg), no ligeiro feminino, venceu Mira Ulrich na estreia mas caiu nas oitavas para a italiana Francesca Milani.

Raphael Miaque (-60kg) foi o homem melhor colocado entre os brasileiros: foram dois triunfos nas duas primeiras disputas contra Roy Koffijberg (Holanda) e Yanislav Gerchev (Bulgária). A participação de Miaque parou no indiano Vijay Yadav, nas oitavas. Diego Santos, do meio-leve (66kg), ficou na estreia; o judoca brasileiro sofreu ippon do ucraniano Bogdan Iadov.

O Grand Prix de Zagreb retorna neste sábado e mais três brasileiros lutam no tatame: são eles Alexia Castilhos (63kg), Amanda Oliveira (70kg) e João Pedro Macedo (81kg).

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade