1 evento ao vivo
Logo do Santos
Foto: terra

Santos

Santos oferece R$ 41 mi a Lucas Lima para renovar por 4 anos

Peixe já apresentou a proposta de renovação de contrato ao camisa 10 há quase dois meses. No entanto, resposta não foi dada e chance do meia sair em 2018 é grande

19 jun 2017
06h02
atualizado às 09h01
  • separator
  • comentários

A reação de Lucas Lima ao fim da partida contra a Ponte Preta deixou o santista preocupado. Se antes o camisa 10 fazia juras de amor ao Santos e apenas dizia que sonhava em jogar na Europa no futuro, no último sábado ele foi misterioso.

- Quero ser feliz aonde eu estiver. Fico aqui até o final do ano. Não quero mais falar sobre isso. Quanto menos eu falar e mais jogar, melhor pra mim. Tenho que mostrar serviço para estar na Seleção - disse.

E a chance de um adeus em 2018 fica ainda maior diante do estado da negociação entre Lucas Lima e Peixe. A diretoria do clube já enviou uma proposta de renovação de contrato há quase dois meses, mas ainda não teve resposta.

A oferta santista envolve R$ 41 milhões em um contrato de quatro anos, até 2021. O valor dos vencimentos seria gradativo, aumentando ano a ano. Desta forma, em seu último ano, o maestro teria vencimentos em torno de R$ 800 mil, mais do que o dobro pago atualmente pelo Alvinegro.

O contrato atual de Lucas Lima termina no dia 31 de dezembro. Sendo assim, ele pode assinar um pré-contrato a partir do dia 1 de julho e deixar o Santos de graça no dia 1 de janeiro de 2018. Outra facilidade para o atleta nesta situação é negociar livre e receber luvas (bonificação) diretamente do clube interessado em lhe contratar ao invés de ser vendido, o que teria mais custos à equipe que quiser contratá-lo.

Como se não bastasse a preocupação em perder seu principal jogador, o Peixe lida com o risco de ter que pagar R$ 8 milhões ao Doyen Sports, fundo que emprestou R$ 5 milhões ao clube para comprar o jogador em 2014. Uma das cláusulas do contrato implicam no pagamento do valor caso o meia deixa a Vila Belmiro ao fim do contrato.

Na Justiça, Santos e Doyen travam uma batalha e tentam fazer um acordo para sanar a dívida referente a esta e outras negociações.

O Peixe tem 10% dos direitos de Lucas Lima, enquanto o Doyen Sports detém 10% e a empresa Khoddor Soccer outros 10%, além da procuração do atleta.

Colecionando convocações para a Seleção Brasileira, Lucas fez 177 jogos e 18 gols pelo Santos desde 2014.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade