3 eventos ao vivo

Quase R$ 80 mil são arrecadados pelo Bahia em reprise da final do Brasileirão de 88

Como já havia sido veiculado publicamente pelo Esquadrão, valor foi revertido para financiamento de programa social do clube 'Dignidade aos Ídolos'

31 mai 2020
17h04
atualizado às 17h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

As reprises de conquistas históricas dos clubes brasileiros não alimentaram apenas o imaginário dos torcedores, mas também se apresentaram como uma forma de arrecadação em meio a crise de receitas pela pausa das competições onde o Bahia se aproveitou bem desse aspecto.

Divulgação/Bahia
Divulgação/Bahia
Foto: Lance!

Segundo números apresentados pelo Esquadrão, foram ao todo R$ 79.850,00 coletados com a chamada "venda simbólica" de ingressos para acompanhar a reexibição do segundo jogo da decisão do Campeonato Brasileiro de 1988. Na oportunidade, com o empate em 0 a 0 frente ao Internacional no Beira-Rio, o torcedor do Tricolor pôde comemorar seu segundo título nacional em Porto Alegre e em todo o Brasil.

A contrapartida recebida pelos fãs foi em cupons de desconto tanto na loja oficial do Bahia como também em itens alimentícios na volta das atividades a Arena Fonte Nova.

Contando com uma estrutura financeira bastante consolidada desde o início da gestão do presidente Guilherme Bellintani, o Bahia já havia antecipado que reverteria toda a receita coletada nessa iniciativa ao programa social "Dignidade aos Ídolos". Como o nome denota, a ideia da iniciativa citada é de auxiliar nomes que passaram pelo Esquadrão e hoje passam por dificuldades financeiras ou mesmo situação de vulnerabilidade.

Veja também:

Editor do L! analisa duelo quente nos bastidores antes da decisão da Taça Rio
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade