0

Presidente do TJD-RJ abre inquérito para apurar racismo no Fla x Bota

Vinicius Júnior deixou o gramado sobre vaias e xingamentos na partida contra o Glorioso, no dia três de março, no Nilton Santos. Marcelo Jucá deferiu o pedido da Procuradoria

13 mar 2018
22h15
atualizado às 22h15
  • separator
  • comentários

A denúncia da Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro foi adiante (TJD-RJ). O presidente da casa, Marcelo Jucá, deferiu o pedido de abertura de inquérito para apurar se houve "infração disciplinar" na partida entre Flamengo e Botafogo do último dia três. Desta forma, está autorizada a investigação de injúria ou racismo contra Vinícius Júnior, na ocasião.

Vinicius Júnior deixou o campo do Nilton Santos mais cedo no clássico do início deste mês (Celso Pupo/Fotoarena)
Vinicius Júnior deixou o campo do Nilton Santos mais cedo no clássico do início deste mês (Celso Pupo/Fotoarena)
Foto: LANCE!

Naquele clássico, o atacante rubro-negro foi expulso por entrada violenta no zagueiro Igor Rabello. Na sequência, ouviu ofensas de parte da torcida alvinegra enquanto deixava o gramado.

Logo após o clássico, o Rubro-Negro se posicionou contra a hostilização do atleta. Vinícius havia sido personagem de polêmica no duelo anterior entre as equipes, ao comemorar um gol lembrando o "chororô".

No ano passado, o jovem também foi pivô de polêmica. Familiares dele foram vítimas de racismo em partida no mesmo estádio Nilton Santos. Na ocasião, houve forte campanha contra as ofensas.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade