0

Presidente da Federação Italiana não dá prazo para volta do campeonato

Gabriele Gravina diz que está estudando possibilidades para que não seja pego despreparado. Até regularização ao longo de duas temporadas é algo pensado

16 mar 2020
09h38
atualizado às 09h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Enquanto a pandemia do coronavírus afeta todo o continente europeu e diversos campeonatos de futebol seguem paralisados, Gabriele Gravina, presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC), comentou sobre uma possível volta do esporte no país e medidas que poderiam ser adotadas para a "Rádio Anch'Io Sport". Para o mandatário, um retorno das competições na primeira semana de abril poderia ser muito recente.

Gravina não acredita em uma volta das competições no início de abril (AFP)
Gravina não acredita em uma volta das competições no início de abril (AFP)
Foto: Lance!

- Estamos navegando em uma atmosfera de nevoeiro absoluto. Estou convencido de que 3 de abril é uma data muito próxima para pensar em um reinício imediato de todas as atividades, não apenas esportivas, mas também econômicas. Foi por isso que comecei a conversar sobre uma possível recuperação (do calendário) no início de maio, mas mesmo essa data é completamente teórica no momento.

Nesta terça-feira haverá uma reunião na Uefa para tentar traçar planos, diretrizes e soluções para este problema que está afetando as competições nacionais e europeias.

- Temos que continuar dia a dia tentando fornecer algumas referências de datas, caso contrário corremos o risco de nos encontrar despreparados. Entre as várias hipóteses, anunciei a possibilidade de não atribuição de título, congelamento de ranking ou uso de playoffs. Se não for possível o campeonato, tomaremos outras decisões. Também é possível que o campeonato de hoje seja equilibrado em duas temporadas diferentes. Hoje ninguém é capaz de nos dizer qual será o nosso futuro.

A Itália é o país com maior incidência de coronavírus na Europa e o segundo maior no mundo, atrás apenas da China. No país já são mais de 24 mil casos e cerca de 1800 mortes desde o início da transmissão. Todos os principais campeonatos no Velho Continente já estão suspensos até o início de abril.

Veja também:

Jogar em casa não está fazendo a diferença no Campeonato Alemão. Entenda o cenário
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade