3 eventos ao vivo

Precisando pontuar, Botafogo vive dilema sobre poupar parte do elenco

Alvinegro necessita de um resultado positivo no Campeonato Brasileiro, contra o Santos, para sair do Z-4, mas já projeta jogo de volta pela Copa do Brasil contra o Vasco

19 set 2020
06h03
atualizado às 06h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Passada a euforia pela vitória sobre o Vasco, por 1 a 0, no jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil, na última quinta, o Botafogo se vê diante de um dilema para o desafio seguinte no Brasileirão. O Glorioso tem pela frente o Santos, no domingo, no Nilton Santos. Na zona de rebaixamento com apenas nove pontos, o time de Paulo Autuori precisa pontuar na competição, mas teme perder atletas importantes para o jogo eliminatório contra o rival carioca, na próxima semana, e estuda poupar alguns nomes.

Honda sentiu desgaste físico no clássico com o Vasco (Vítor Silva/Botafogo)
Honda sentiu desgaste físico no clássico com o Vasco (Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

O exigente calendário do futebol brasileiro ficou ainda mais corrido diante de uma temporada atípica, em que o tempo de descanso é mais curto. Com um elenco enxuto em que poucos jogadores são usados constantemente, a perda técnica pode ser grande com determinadas ausências.

Por outro lado, alguns atletas estão próximos do limite físico, como se viu no clássico com o Cruz-Maltino pela Copa do Brasil. Alguns jogadores sentiram bastante o desgaste da maratona de jogos. Bruno Nazário colocou a mão na coxa diversas vezes, mas permaneceu em campo. Honda e Gatito precisaram de atendimento por câimbras. Outros nomes como Benevenuto, Kalou e Babi vêm em uma sequência intensa de jogos.

O temor da comissão técnica é que aconteça nova lesão no grupo como a do lateral-esquerdo Guilherme Santos, sem prazo de retorno por um problema na coxa . Com a agenda cheia, um eventual desfalque pode prejudicar a equipe em vários jogos. Luis Henrique e Pedro Raul também estão no Departamento Médico.

A solução mais provável é que jogadores mais decisivos fiquem banco e sejam acionados em caso de necessidade na partida. O Santos tem na próxima semana uma viagem para o Equador para enfrentar o Delfín, pela Libertadores e também poderia poupar titulares.

Veja também:

Editor do L! analisa os destaques e decepções do primeiro turno do Brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade