3 eventos ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: terra

São Paulo

Pratto impõe metas do São Paulo: atenção na zaga e 12º lugar no turno

Capitão do Tricolor define objetivos para que a equipe saia logo da zona de rebaixamento e comece a segunda metade do Brasileiro com possibilidade concreta de posições melhores

14 jul 2017
06h03
  • separator
  • comentários

Lucas Pratto já pediu para os jogadores do São Paulo assumirem a responsabilidade de 70% da situação do time, em sua opinião. E o capitão traçou duas metas a serem cumpridas o mais rápido possível: deixar de ceder gols tão facilmente e alcançar a 12ª colocação do Campeonato Brasileiro, cinco posições acima da atual, na zona de rebaixamento.

- Estamos sofrendo com um pouco de desconfiança, insegurança. Mas temos de saber que o nosso time é muito grande, não podemos tomar o empate tão facilmente. O Atlético-GO quase não fez força para marcar os gols - disse o argentino sobre os dois gols sofridos no empate por 2 a 2 diante do lanterna da competição nessa quinta-feira, no Morumbi.

- Fazemos um esforço muito grande para fazer os gols. O primeiro gol foi um rebote, bola na trave... Eles ficaram o tempo todo atrás, a linha de quatro da defesa deles quase não saiu de trás. Está muito difícil fazer o gol, dentro e fora de casa, mas tomamos muito gols fáceis. Coletivamente, cometemos erros táticos de conceito muito grandes. Precisamos melhorar.

O gol citado por Pratto, realmente, simboliza a dificuldade do jogo: Cueva cobrou falta na trave, o centroavante argentino aproveitou o rebote e, mesmo com o goleiro Felipe defendendo com a bola já além da linha do gol, Petros finalizou outra vez nas redes. Mas o clube goiano empatou sete minutos depois. Marcinho recolocou o São Paulo na frente aos 38 minutos do segundo tempo e, aos 40, em finalização de calcanhar de Everaldo.

Mas o próprio Pratto quer deixar o tropeço para trás. O atacante coloca como meta que o time suba cinco posições nas cinco rodadas que restam no primeiro turno do Campeonato Brasileiro e ocupe a 12ª colocação que, atualmente, é do Atlético-MG, que tem cinco pontos a mais em relação ao São Paulo.

- Temos um objetivo a curto prazo, que é sair das últimas colocações. Quero tentar chegar até o 12º lugar no final do turno. Obviamente, não será fácil. Mas precisamos entender rapidamente o que o treinador quer para sairmos dessa situação. Se conseguirmos isso, vamos sair dessa até o fim do primeiro turno.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade