1 evento ao vivo

Por vagas no Mundial, Sul-Americano Sub-20 começa nesta quinta

Principal competição da América do Sul nas categorias de base vai reunir os talentos do continente e classificará quatro seleções para Copa do Mundo da categoria, na Polônia

16 jan 2019
18h39
  • separator
  • 0
  • comentários

A bola vai rolar! O Sul-Americano Sub-20 terá início nesta quinta-feira com duas partidas: Venezuela x Colômbia, que farão o jogo inaugural, às 18:10 (de Brasília), e Chile x Bolívia, às 20h30 (de Brasília). Ambas serão realizadas no Estadio El Teniente, em Rancagua, no Chile, país-sede do torneio.

A competição, que tem data de término prevista para o dia 10 de fevereiro, dará quatro vagas para a Copa do Mundo Sub-20, que será realizada na Polônia, e três para os Jogos Pan-Americanos, no Peru. Leia o regulamento e tudo sobre a competição clicando aqui.

Venezuela x Colômbia
No jogo de abertura do torneio, a Venezuela busca continuar com o trabalho positivo nas categorias de base. Em 2017, a Vinotinto foi vice-campeã da Copa do Mundo Sub-20 após terminar na terceira posição no hexagonal final do Sul-Americano da categoria.

A Colômbia, por sua vez, quer recuperar os bons resultados no futebol de base, já que não conseguiu se classificar para a última Copa do Mundo Sub-20, pois terminou na última colocação do último hexagonal no Sul-Americano, com apenas dois pontos conquistados.Chile x Bolívia
O Chile vai contar com a força da torcida para tentar voltar aos tempos áureos no futebol de base. A última vez que os chilenos se classificaram para a Copa do Mundo Sub-20 foi em 2013, na Turquia. Apesar de alguns desfalques, como o de Ignacio Saavedra, do Universidad Católica, que se lesionou, os chilenos estão com uma boa expectativa em relação à essa equipe.

A Bolívia procura manter uma linhagem no trabalho de categorias inferiores. Em 2017, os bolivianos não se classificaram para o hexagonal por conta do saldo de gols, já que terminaram com a mesma pontuação da Venezuela no Grupo A daquele Sul-Americano Sub-20. Dois anos depois, alguns atletas estão atuando fora do país, mas a equipe treinada por Sixto Vuzuete ainda possui um longo caminho a percorrer nas categorias de base.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade