0

Por uma vaga na final da Libertadores, Boca e River fazem 'jogo do ano' na Argentina

Xeneizes aguardam pela presença de Carlos Tévez, que treinou um período entre os titulares na última atividade. Millonários não terão mudanças na escalação.

21 out 2019
22h56
atualizado às 23h44
  • separator
  • 0
  • comentários

Nesta terça-feira, o mundo irá conhecer o primeiro finalista da Libertadores da América de 2019. Às 21h30, na Bombonera, Boca Juniors e River Plate fazem o jogo da volta da semifinal da competição. A vantagem do River é considerável, afinal de contas, a vitória por 2 a 0 na ida, no Monumental de Nuñez, permite ao time perder por até um gol de diferença para chegar à decisão. O LANCE! acompanha as emoções em tempo real.

River venceu o Boca por 2 a 0, na ida, no Monumental (Gustavo Ortiz/Lancepress!)
River venceu o Boca por 2 a 0, na ida, no Monumental (Gustavo Ortiz/Lancepress!)
Foto: Lance!

Pelo Campeonato Argentino, os rivais vêm de tropeço. Na Bombonera, o Boca perdeu para o Racing por 1 a 0, enquanto o River, fora de casa, empatou por 3 a 3 contra o Arsenal de Sarandí. Tanto Gustavo Alfaro, técnico do Boca, quanto Marcelo Gallardo, técnico do River, pouparam os atletas titulares no final de semana. Os Xeneizes lideram com 21 pontos, mesma pontuação do Argentino Juniors, enquanto os Millonários estão em 6º, com 18.

Dentro de campo, os mistérios estão somente no lado do Boca. Na última atividade, o atacante Carlos Tévez reapareceu depois de se recuperar de dores musculares, foi elogiado por Alfaro e chegou a vestir o colete dos titulares. Wanchope, por sua vez, treinou à parte no domingo e está à disposição. Tudo indica que Andrada; Buffarini, Lisandro Lopez, Izquierdoz, Más; Salvio, Marcone, Almendra, Mac Allister; Zarate e Hurtado iniciam, com Carlitos como opção.

No lado do atual campeão, a transparência deu lugar aos segredos. Se, às vésperas do primeiro jogo, Gallardo nem sequer deu coletiva, dessa vez até confirmou o time titular, que não terá novidades em relação à ida: Armani; Montiel, Martínez Quarta, Pinola, Casco; Enzo Pérez; Nacho Fernández, Palacios, De La Cruz; Suárez, Borré.

Boca e River se enfrentaram por três eliminatórias de Libertadores no século XXI. O River levou a melhor em duas, em 2015 e 2018, enquanto o Boca ganhou em 2004, também numa semifinal. Em 2014, também foram adversários na semifinal da Sul-Americana. Deu River, após empate por 0 a 0 na Bombonera e vitória por 1 a 0 no Monumental.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade