3 eventos ao vivo

'Por questões temporais', Ferj aponta que reta final do Carioca não terá presença de público

Aos olhos da entidade, conclusões do estudo da flexibilização no Rio de Janeiro (Fase 3) demandarão mais tempo. Na nota, Ferj diz que volta do público deve abranger Brasileirão

30 jun 2020
17h21
atualizado às 17h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) acenou que a reta final do Campeonato Carioca deve ser toda realizada com portões fechados. Em nota oficial, a entidade afirmou que "teve ciência da fase 3 de flexibilização do Governo Municipal referente às medidas restritivas e, no momento, ainda não dispõe de dados em que possa se basear para opinar sobre a viabilidade imediata da realização de jogos de futebol com a presença de público".

Entidade disse que 'ainda não dispõe de dados em que possa se basear para opinar sobre a viabilidade imediata da realização de jogos de futebol com a presença de público' (Divulgação)
Entidade disse que 'ainda não dispõe de dados em que possa se basear para opinar sobre a viabilidade imediata da realização de jogos de futebol com a presença de público' (Divulgação)
Foto: Lance!

A Federação detalhou que, "por questões temporais, face à proximidade do término das partidas do Campeonato Carioca, as conclusões do estudo devem contemplar as competições nacionais, motivo pelo qual a inclusão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nos debates torna-se fundamental".

Além disto, a entidade destacou que "tal situação deverá vir a se concretizar e para tanto torna-se fundamental um debate, em razão da complexidade do tema, em que possam ser analisadas as diversas variáveis que fazem parte das operações de jogo, com a participação das várias instituições envolvidas no evento (Transporte Público, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Controle Urbano, Secretarias de Saúde, dentre outras...). E não apenas clubes, federação e estádios, de modo à elaboração de um protocolo e planejamento de ações e contingências com os objetivos de segurança à saúde individual e coletiva, prevenção e combate à disseminação da COVID-19".

A Ferj afirmou que tem agendada uma reunião preliminar com os médicos dos clubes e representantes da Secretaria Municipal de Saúde e da Sub-Secretaria de Vigilância Sanitária para saber novas diretrizes sobre a precaução com o novo coronavírus no futebol.

Veja também:

Veja as principais revelações que saíram do CT do São Paulo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade