2 eventos ao vivo

Por indefinição, Gustavo Henrique deve ser afastado do Santos

Zagueiro não deu retorno à diretoria sobre sua renovação e pode não ficar à disposição de Sampaoli. Seu vínculo acaba em janeiro de 2020, e ele pode parar em outro clube brasileiro

16 out 2019
06h02
atualizado às 11h50
  • separator
  • 0
  • comentários

Por conta da indefinição de seu futuro, Gustavo Henrique deve ser afastado do Santos. A diretoria enviou a proposta de renovação ao zagueiro, que ainda não deu um retorno e corre o risco de não ficar mais à disposição do técnico Jorge Sampaoli. O jogador deu sua versão sobre o impasse na manhã desta quarta.

Gustavo Henrique corre o risco de ser afastado do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos)
Gustavo Henrique corre o risco de ser afastado do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos)
Foto: Lance!

Com contrato até final de janeiro de 2020, o defensor já pode assinar um pré-contrato com qualquer clube e deixar o Peixe no prejuízo sem receber nenhum dinheiro. Seu sonho é jogar na Europa, mas até o momento não há qualquer oferta oficial do Velho Continente.

Neste cenário, seu estafe começou a sondar equipes brasileiras, e o LANCE! apurou que ele teve o nome oferecido ao Palmeiras. O Verdão deve ter mudanças no elenco para 2020, mas ainda não definiu contratações para a temporada que vem. No momento, o clube tem os seguintes defensores: Luan, Vitor Hugo, Gustavo Gómez, Edu Dracena (com contrato até dezembro) e Antônio Carlos. Os três primeiros são os que atuam mais frequentemente.

Recentemente, Gustavo Henrique teve seu nome colocado como na mira do Flamengo. Seu empresário, Fernando César, posicionou-se sobre o assunto em contato com o LANCE!.

- Sobre o Flamengo: É uma grande mentira, não existe proposta, não existe negociação em andamento, não existe nada. Empresários mal intencionados ficam plantando notícias inverídicas para tumultuar o ambiente. Isso não interessa ao Flamengo e nem ao jogador - disse o representante.
A ideia de Gustavo é definir seu futuro até o final do mês. A expectativa do Santos é que o zagueiro permaneça. Seu vínculo se estenderia até o final de 2022. Paulo Autuori, superintendente de futebol do Peixe, diz que se o jogador for afastado por conta do imbróglio com o contrato, deixará o clube.

- Se (Gustavo) não tiver continuidade (em um novo contrato) foi por erro de planejamento do clube. Se querem afastar o Gustavo, me afastem primeiro. Enquanto estou aqui, ele joga - avisou.

- Só aconteceria (o afastamento) se eu não estivesse aqui. Comigo aqui ele vai jogar. A única pessoa que vai dizer que ele não pode jogar é o técnico - completou.

TABELA
> Veja a classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Vale lembrar que o camisa 6 está nos planos do técnico Jorge Sampaoli e é frequentemente acionado, principalmente quando o argentino posiciona a zaga em linha de três.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade