5 eventos ao vivo

Por dívida, Santos não pode contratar a partir desta terça

Peixe leva nova punição da Fifa, desta vez por conta das dívidas com Huachipato e Atlético Nacional, por Soteldo e Felipe Aguilar

13 out 2020
08h03
atualizado às 08h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após chegar a um acordo com o Hamburgo (ALE) pela divida da compra do zagueiro Cléber Reis, ainda em 2017, e ser liberado pela Fifa para registrar novos jogadores, o Santos levou mais uma punição da entidade nesta terça-feira. A partir de hoje, o clube está novamente sem poder registrar jogadores.

Santos tem dívida pela compra de Soteldo e Aguilar (Foto: Jota Erre)
Santos tem dívida pela compra de Soteldo e Aguilar (Foto: Jota Erre)
Foto: Lance!

A nova punição se dá pelas dívidas do Peixe com Huachipato (CHI), na vinda de Soteldo e Atlético Nacional (COL), na compra de Felipe Aguilar. O Santos deve $ 19 milhões aos chilenos, já que não pagou nenhuma parcela da compra do venezuelano e R$ 5 milhões aos colombianos, devendo duas parcelas. Totalizando, o valor devido giram em torno de R$ 24 milhões.

"Temos que ser prudentes. Nosso primeiro foco era o Hamburgo, teve horas de desespero. Íamos perder pontos. Agora, a partir da semana que vem, os focos são Huachipato e Atlético Nacional. Essas duas negociações serão em conjunto pois penalidades serão dadas a partir do dia 13", afirmou Orlando Rollo, presidente em exercício do Santos.

Vale lembrar que o novo transfer ban impediu o registro do atacante colombiano Copete, que estava emprestado ao Everton, do Chile, conforme o LANCE! antecipou na última segunda-feira. Já o zagueiro Láercio e o atacante Robinho, tiveram seus nomes publicados no BID da CBF e estão liberados para jogar na equipe do técnico Cuca.

 

 

Veja também:

A novela continua! Após desistir de espanhol, Palmeiras segue em busca de novo técnico
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade