0

Polônia na expectativa pela estreia do cubano naturalizado Leon

Fenômeno cubano, que estreou na seleção adulta aos 14 anos, jogará pela Polônia

8 jul 2019
18h38
  • separator
  • 0
  • comentários

Aumenta a expectativa pela estreia do ponta Leon pela seleção da Polônia de vôlei.

Leon em ação pelo Perugia (Divulgação)
Leon em ação pelo Perugia (Divulgação)
Foto: Lance!

No último fim de semana, a Federação Polonesa colocou à venda os ingressos para os amistosos contra a Holanda, nos dias 27 e 28 deste mês, na cidade de Opole. E o principal atrativo será a presença do cubano naturalizado.

Leon viveu processo semelhante ao compatriota Leal para defender uma segunda bandeira na carreira. Foram praticamente quatro anos para completar o trâmite da naturalização, incluindo uma quarentena de dois anos para cumprir o regulamento da Federação Internacional.

Um dos maiores fenômenos do vôlei mundial em todos os tempos, o ponta apareceu para o mundo com apenas 14 anos, já defendendo a seleção adulta de Cuba na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Pequim.

O grande momento de Leon pela equipe cubana foi no Campeonato Mundial de 2010, na Itália. Ao lado de Leal, Simon, Hierrezuelo & Cia., o jogador ficou na segunda colocação, derrotado apenas pelo Brasil na decisão, em Roma.

Leon tem atualmente 25 anos e defende o Perugia, da Itália.

Os jogos contra os holandeses servirão como preparação para o Pré-Olímpico, em agosto. Os atuais bicampeões mundiais estão no grupo da morte, ao lado de França, Eslovênia e Tunísia. Os franceses, também preocupados com a competição, decidiram poupar seus principais jogadores, como Ngapeth e Grebennikov.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade