0
Logo do Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians

Corinthians

PM quer mudança de Bragantino x Corinthians domingo no Pacaembu

Autoridades alegam que pode haver encontro entre torcedores corintianos e do São Paulo, que jogam no mesmo dia pelas quartas de final do Paulista, e pedem alterações

13 mar 2018
19h54
atualizado às 20h03
  • separator
  • comentários

A Polícia Militar de São Paulo quer que a partida entre Bragantino e Corinthians, marcada para o próximo domingo, às 11h, no Pacaembu, seja alterada. A alegação da PM é que pode haver encontro de corintianos e torcedores do São Paulo, que também joga no domingo, às 16h, em São Caetano do Sul.

Corinthians já disputou jogos do Paulista deste ano no Pacaembu (Foto: Guilherme Amaro)
Corinthians já disputou jogos do Paulista deste ano no Pacaembu (Foto: Guilherme Amaro)
Foto: Lance!

A data, local e horários doa duelos das quartas de final do Campeonato Paulista foram definidos nesta terça-feira em Conselho Técnico na Federação Paulista de Futebol (FPF), que ainda não foi comunicada oficialmente da intenção da PM. O mesmo ocorre com o Corinthians, que até esta noite não havia recebido nenhuma recomendação.

- Com um jogo de manhã e outro à tarde, há deslocamento de torcidas nesse caminho. Parece uma distância grande entre os estádios, mas às 13h, 13h30, é o horário em que uma torcida está indo para o Anacleto (Campanella, em São Caetano do Sul) e a outra está saindo do Pacaembu - afirmou o major Alexandre Vilariço, em entrevista ao site do Globo Esporte.

O mando de campo é do Bragantino, que escolheu atuar no Pacaembu para lucrar mais com a venda de ingressos - a renda será do mandante. A partida de volta foi marcada para a quarta-feira da semana que vem na Arena Corinthians, às 21h45.

No domingo de manhã, também haverá uma corrida de rua nos arredores do Pacaembu e a Companhia de Engenharia do Tráfego (CET) pretende fechar as vias próximas ao estádio até o horário de início da partida.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade