3 eventos ao vivo

Peres quer Abel Braga 'para ontem' no Santos e descarta dez técnicos

Presidente José Carlos Peres prioriza Abel, mas diz que tem mais de três treinadores em negociação e que nenhuma das opções dificultam o salário. Dez nomes foram descartados

28 nov 2018
05h03
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente José Carlos Peres revelou na última terça-feira, após a reunião do Conselho Deliberativo, que gostaria de ter Abel Braga no Santos "para ontem". O mandatário explicou que tem uma amizade com o treinador e o considera um dos "tops" do Brasil.

Presidente do Santos prioriza Abel e descarta dez técnicos (Foto: Gabriela Brino/Lancepress)
Presidente do Santos prioriza Abel e descarta dez técnicos (Foto: Gabriela Brino/Lancepress)
Foto: Lance!

Peres afirma que prioriza treinadores brasileiros, já que Cuca não irá permanecer para 2019 por problemas de saúde. Com isso, a busca por um novo comando segue a todo vapor.

- Abel é uma amizade. Eu estava no G4 Paulista e tive amizade. Técnico top e que gosta do Santos. Tive duas negociações, uma para trazer para cá e outra foi antes do Cuca. Primeiro não quis abandonar Fluminense, atitude de gente grande, e depois do acidente. Falei para ele na ocasião que é uma mini Rio de Janeiro. Ele falou que seria um prazer. Gostaria que fosse ontem. Treinador competente, é top, tem boa ligação com jogadores da base. Quantos do Fluminense além do Pedro? Várias posições - disse em sua sala da presidência em entrevista.

Com o grande número de treinadores disponíveis, o presidente José Carlos Peres foi questionado pela reportagem e eliminou dez nomes. Muricy Ramalho foi ressaltado como um bom nome, além de Holan, porém, ele tem contrato com Independiente (ARG).
- Nunca teve (Rogério Ceni e Roger Machado). Aguirre não, Dorival não. Lisca e Guto Ferreira não estão na lista. Muricy é um bom nome, mas não quer trabalhar. Sampaoli esquece. Osorio esquece. Roberto Martinez não dá. Holan grande nome, mas tem contrato. E é muito difícil um estrangeiro dar certo no Brasil. Prioridade é um brasileiro - emendou.

O presidente José Carlos Peres, ao lado de Renato (executivo de futebol), e Sergio Dimas (gerente administrativo) planejam a próxima temporada e esperam pelo novo comandante para seguir com as negociações dos reforços de 2019. A ideia é contar com a participação do futuro técnico.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade