0

Paraná bate Flu, vence a primeira no Brasileiro e deixa a lanterna

Em jogo de baixo nível técnico, equipe de Rogério Micale conquista os três pontos e joga a última colocação para o Ceará. Time de Abel perdeu chance de encostar no líder Fla

4 jun 2018
22h09
atualizado às 22h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Em uma partida com cara de segunda-feira, o Paraná conseguiu bater o Fluminense, conquistou a primeira vitória no Brasileiro, chegou aos seis pontos e deixou a lanterna da competição - que, agora, é do Ceará. O triunfo por 2 a 1 veio com gol de Thiago Santos, de pênalti, e de Guilherme Biteco. Nos acréscimos, Pablo Dyego diminuiu.

Thiago Santos celebra primeiro gol do Paraná sobre o Fluminense (Geraldo Bubniak/AGB)
Thiago Santos celebra primeiro gol do Paraná sobre o Fluminense (Geraldo Bubniak/AGB)
Foto: Lance!

O Tricolor, que entrou em campo pensando em colar no líder Flamengo, tem, na próxima rodada, justamente o rival rubro-negro pela frente, em Brasília. Já o Paraná, vai receber o Bahia, que também está na zona de rebaixamento.

Mudanças
Rogério Micale e Abel Braga tiveram de fazer alterações logo no início. Pelo lado do Paraná, aos três minutos, Carlos teve de ser substituído depois de torcer o joelho esquerdo. Aos 11 minutos, o Flu perdeu Marcos Junior, com dores na coxa esquerda.

Sonolento
Com muitos erros, as equipes criaram pouco no primeiro tempo. O momento mais perigoso foi uma sequência do Paraná, quando, após jogada pela esquerda, Thiago Santos carimbou a trave e a zaga do Flu cortou. No escanteio, Jesiel acertou um voleio e Júlio César fez a defesa.

Pênalti e gol
No começo do segundo tempo, pênalti para o Paraná. Após cruzamento na área, Léo Itaperuna foi derrubado por Léo. Na cobrança, Thiago Santos abriu o placar.

Problema
Se já não bastasse estar atrás, pouco depois Léo sentiu um problema no tornozelo direito. Abel, então, colocou o atacante Matheus Alessandro, que conseguiu melhorar um pouco o time carioca.

Ampliou
Abel foi para o "tudo ou nada" e tirou Jadson para colocar Pablo Dyego, mas o Flu errava muito na frente. Assim, o time da casa tinha espaços e, nos minutos finais, em cruzamento da esquerda, Biteco aproveitou cochilo da zaga e fez o segundo.

No fim
Nos acréscimos, Pablo Dyego aproveitou cabeçada de Renato Chaves e diminuiu a vantagem adversária. O time de Abel ainda buscou o empate, mas não teve sucesso.

PARANÁ 2X1 FLUMINENSE

Local: Vila Capanema, Curitiba (PR)
Data-Hora: 04/06/2018, às 20h
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Auxiliares: Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Público/renda: 3492 pagantes, 4353 presentes, R$ 69.525 de renda
Cartões amarelos: Thiago Santos (30'/1ºT), Torito (32'/1ºT), Jesiel (27'/2ºT), Rayan (31'/2ºT), Guilherme Biteco (43'/2ºT), Wesley Dias (46'/2ºT) (PAR), João Carlos (30'/1ºT), Léo (6'/2ºT), Marlon (14'/2ºT) (FLU)
Cartões vermelhos: -
Gols: Thiago Santos (7'/2ºT) (1-0), Guilherme Biteco (43'/2ºT) (2-0), Pablo Dyego (46'/2ºT) (2-1)

PARANÁ: Thiago Rodrigues; Júnior, Jesiel, Rayan, Igor; Leandro Vilela, Torito González, Carlos Eduardo (Wesley Dias - 26'/2ºT), Léo Itaperuna; Carlos (Caio Henrique - 5'/1ºT) e Thiago Santos (Guilherme Biteco - 35'/2ºT). Técnico: Rogério Micale.

FLUMINENSE: Júlio César; Gum, Renato Chaves, Luan Peres; Léo (Matheus Alessandro - 14'/2ºT), Jadson (Pablo Dyego - 31'/2ºT), Sornoza, Richard, Marlon; Marcos Junior (Robinho - 11'/1ºT), João Carlos. Técnico: Abel Braga.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade