5 eventos ao vivo

Para Igor Rabello, crise extracampo não enfraquece o Cruzeiro

O zagueiro do Atlético-MG comentou se os problemas no rival podem facilitar o duelo desta quinta-feira, pela Copa do Brasil, no Mineirão

10 jul 2019
16h29
  • separator
  • 0
  • comentários

A crise vivida pelo rival Cruzeiro vem sendo acompanhada pelo Atlético-MG, sem se posicionar ou comentar. Mas, ninguém está indiferente aos fatos que acometem o time celeste.

Para o zagueiro Igor Rabello, os acontecimentos do outro lado não indicam que o time azul virá mais fraco para os duelos diante do Galo, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O jogo de ida é nesta quinta-feira, 11 de julho, às 20h, no Mineirão.

- Acho que não interfere em nada nos atletas. Eles vão entrar com força máxima, querendo o resultado positivo. Acho que isso não vai interferir dentro de campo não.

Mesmo com a crise fora de campo, Igor Rabello não acha que o Cruzeiro virá mais fraco para o primeiro duelo da Copa do Brasil- (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Mesmo com a crise fora de campo, Igor Rabello não acha que o Cruzeiro virá mais fraco para o primeiro duelo da Copa do Brasil- (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Foto: Lance!

Atuando no lado direito da defesa, Rabello, crê que que essa parada da Copa América foi benéfica para o time e ainda lembra do confronto com a Raposa, pela final do Mineiro, quando o jogo teve um lance decidido pelo VAR, o que, na visão do zagueiro mostrou que o Galo teve força para encarar o rival de igual para igual.

- O time é o mesmo, a mesma vontade. Foi decidido ali no VAR, no primeiro jogo, que não teve o pênalti marcado e foi marcado no segundo. A gente estava iniciando o caminho positivo. Era um jogo em cima do outro e esse tempo com o Rodrigo foi importante - explicou.

Sobre o novo posicionamento, Igor Rabello afirmou que não tem problema inverter com Réver e que essa troca de lugar por opção do técnico Rodrigo Santana.

- É opção do Rodrigo. Ele fez a opção da troca de lado. Tanto eu, quanto o Réver, não temos problemas com essa troca de lado. Tem três anos que vinha jogando do lado esquerdo, mas no Náutico eu comecei do lado direito, então não tem problema nenhum- completou.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade