3 eventos ao vivo

Para evitar mais ações judiciais, Cruzeiro acerta débitos com atletas da base e parte do profissional

Porém, ainda há pendências com salários de funcionários das categorias de base do clube

13 jan 2020
18h23
atualizado às 18h23
  • separator
  • 0
  • comentários

O Cruzeiro acertou parte dos salários do elenco profissional e a folha das categorias de base. O movimento é para evitar mais problemas com os atletas e possíveis ações judiciais, como o caso do volante Éderson, de 20 anos, que está cobrando do clube R$ 2 milhões.

A informação da quitação dos débitos foi veiculada inicialmente pelo "Superesportes" e confirmada pelo L!. Do elenco mais jovem, vindo da base, apenas o mês de dezembro não havia sido pago.

Jovens da base tiveram seus vencimentos colocados em dia. Elas não haviam recebidos o mês de dezembro-( Divulgação e Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Jovens da base tiveram seus vencimentos colocados em dia. Elas não haviam recebidos o mês de dezembro-( Divulgação e Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Foto: Lance!

Além de Éderson, David, Thiago Neves e Fabrício Bruno também estão na Justiça contra o clube. A lista de atletas que tiveram seus vencimentos colocados em dia consta:
o goleiro Vinícius, os laterais Weverton e Rafael Santos, os zagueiros Edu e Cacá, o volante Adriano, o meia Maurício e os atacantes Welinton e Vinícius Popó.

Os demais atletas do profissional ainda está com débitos a receber do Cruzeiro, além de férias, 13º salário e FGTS.

Além de jogadores do profissional, funcionários que trabalham nas categorias de base continuam sem receber os salários de parte de novembro, dezembro, férias e 13º salário.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade