3 eventos ao vivo

Júlio Almeida conquista o bronze no tiro esportivo no Pan de Lima

Brasileiro termina a prova de pistola de ar 10m na terceira posição e fatura o terceiro lugar, décima medalha do Brasil neste Pan; vaga olímpica para Tóquio-2020 escapou por pouco

28 jul 2019
14h30
atualizado às 18h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A décima medalha do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima saiu neste domingo, no tiro esportivo. O brasileiro Julio Almeida, de 49 anos, faturou o bronze na pistola de ar 10m, com 217.3 pontos. Esta foi a sétima medalha do atirador no evento. Seu melhor resultado foi o ouro em Toronto-2015.

Júlio Almeida conquistou sua sétima medalha em Jogos Pan-Americanos (Foto: Alexandre Loureiro/COB)
Júlio Almeida conquistou sua sétima medalha em Jogos Pan-Americanos (Foto: Alexandre Loureiro/COB)
Foto: Lance!

Desta vez, o título ficou com o cubano Jorge Potrillé, com 237.3, e a prata foi para o americano Nickolaus Mowrer, com 236.7. Philipe Chateaubrian, outro brasileiro que disputou a decisão, terminou na sexta colocação.

A frustração foi deixar a vaga para a Olimpíada de Tóquio-2020 escapar por pouco: apenas os dois primeiros se garantiram no Japão, e Julio chegou a liderar a prova, mas caiu duas posições e ficou de fora da classificação.

- Pela medalha estou muito contente. É muito difícil, só três ganham, mas perder a vaga olímpica no último tiro. Nesse ponto, não estou muito contente. Bola pra frente. Treinei diversas vezes a situação de final, mas não dá para simular a tensão que é estar ali. A emoção de estar disputando é diferente. Nos últimos tiros a mão já está tremendo. Em uma fração de segundos que eu acelerei o disparo, joguei os dois últimos pra esquerda - afirmou Júlio, campeão mundial na pistola de fogo central, em 2018.

A vaga olímpica ainda é um sonho possível para o Brasil. Serão duas chances, uma na etapa da Copa do Mundo, no Rio de Janeiro, que dará mais duas vagas, e pelo ranking mundial, para apenas um atleta de um país que ainda não esteja classificado. Além de Julio e Phelipe, o medalhista olímpico Felipe Wu, que não se classificou para Lima, tentará disputar os próximos Jogos Olímpicos.

Júlio volta a competir nesta segunda-feira, ao lado de Thaís Moura na pistola de ar mista por equipes. Pode ser a despedida do atleta de Jogos Pan-Americanos.

Veja também:

Veja as principais revelações que saíram do CT do São Paulo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade