0

Palmeiras é firme e fala em 'paralisar' o Brasileirão se protocolo da CBF não for cumprido

Maurício Galiotte voltou a se posicionar contra o adiamento da partida contra o Flamengo, neste domingo no Allianz Parque. Presidente tem apoio de outros clubes da Série A

26 set 2020
19h12
atualizado às 19h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Neste sábado (26), o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro adiou o embate entre Palmeiras e Flamengo, válido pela 12ª rodada do Brasileirão, que estava marcado para o próximo domingo (27). O Palmeiras, com isso, reiterou o seu posicionamento favorável à realização da partida.

Maurício Galiotte é a favor da realização do jogo (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Maurício Galiotte é a favor da realização do jogo (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Foto: Lance!

O presidente do clube, Maurício Galiotte, defendeu, em contato com o "GE", o protocolo do campeonato, afirmando que este deveria ser respeitado:

- Se o protocolo atual não for respeitado, o campeonato tem de ser paralisado.

O mandatário máximo alviverde tem o apoio de todo o elenco do Palmeiras e do resto da cúpula. Além disso, outros clubes da Série A compactuam da posição de que o compromisso deste domingo deve acontecer.

O Verdão treinou na véspera da partida e optou por manter seus atletas concentrados. O Flamengo, por sua vez, embarcou para São Paulo, buscando evitar riscos caso uma liminar da CBF volte com o confronto. O jogo estava marcado para domingo (27) às 16h (horário de Brasília), no Allianz Parque.

Veja também:

Editor do L! analisa grave crise dentro e fora de campo do Botafogo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade