2 eventos ao vivo

Odair tem novo teste negativo e volta ao Fluminense contra o Bragantino

Por confusão no protocolo e demora para troca de resultados, treinador ficou fora contra o Internacional; ele viaja nesta quarta-feira

18 ago 2020
14h34
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O técnico Odair Hellmann voltará ao banco do Fluminense para o confronto contra o RB Bragantino, nesta quarta-feira, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador realizou mais um teste e teve novamente um resultado negativo para Covid-19. Após ficar fora no duelo com o Internacional por um exame positivo na segunda rodada, o treinador está liberado.

Odair Hellmann voltará a comandar o Fluminense após teste negativo (FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Odair Hellmann voltará a comandar o Fluminense após teste negativo (FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Foto: Lance!

Vale lembrar que Odair já havia dado negativo em outros dois exames realizados pela CBF, inclusive para o jogo contra o Inter. Ainda assim, o treinador ficará afastado até a quarta-feira, quando viaja para comandar o time em Bragança Paulista, respeitando o protocolo da competição que prevê 10 dias de isolamento mesmo em casos assintomáticos e ainda que haja resultado negativo na contra-prova.

Relembre o caso:

Em nota oficial no domingo, o Fluminense informou que Odair Hellmann havia sido submetido a três testes, nos dias 06, 09 e 13 de agosto. No dia 09, após o jogo contra o Grêmio, o treinador fez tanto o teste sorológico, quanto o PCR, para atuar contra o Palmeiras no dia 12. O primeiro deu negativo e o segundo deu reagente, com resultado sendo de conhecimento da CBF no dia seguinte.

Neste mesmo dia 13 de agosto, o Fluminense passou a ser responsável pelos testes para o credenciamento dos profissionais para a partida contra o Internacional. Odair Hellmann novamente testou negativo. O Fluminense tomou conhecimento desta decisão ainda no domingo. Mesmo assim, o treinador foi impedido de entrar no estádio e precisou voltar para casa.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade