0

Odair Hellmann fica na bronca com a arbitragem: 'Aconteceram situações e o VAR não chama'

Em entrevista coletiva após o revés do Fluminense para o Palmeiras, comandante tricolor diz que resultado não reflete a partida. Porém, reconhece efetividade alviverde

15 nov 2020
00h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O técnico Odair Hellmann não escondeu sua irritação com a conduta da arbitragem na derrota do Fluminense para o Palmeiras por 2 a 0, na noite de sábado. Em entrevista coletiva concedida no Allianz Parque, o comandante tricolor queixou-se da maneira como as avaliações do VAR são feitas.

'Ainda não estão uniformes essas decisões', declarou comandante (FOTOS: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
'Ainda não estão uniformes essas decisões', declarou comandante (FOTOS: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Foto: Lance!

- Aconteceram coisas dentro da partida... Para mim não foi pênalti, temos que fazer uma avaliação melhor nesse contexto. Pega avaliação do VAR, lance que para, volta, chute de alta velocidade... - e, em seguida, falou sobre o pênalti que culminou no primeiro gol do Palmeiras:

- O Wellington, no instinto, estava com braço fechado, mas aconteceram outras situações e o VAR não chama. Ainda não estão uniformes essas decisões - completou.

Aos seus olhos, a marcação de Leandro Pedro Vuaden custou ao Tricolor das Laranjeiras. Segundo Odair, o placar não refletiu a partida.

- O pênalti fez a diferença. Conseguiram o segundo gol muito rápido também. Foram efetivos. Fomos tentando empurrar através da nossa posse, mas não conseguimos com esse volume. Jogo não foi para esse placar. Teve também os cinco minutos parados de impedimento e temos que acreditar no que a máquina deu - disse.

O Fluminense volta a campo no próximo domingo, dia 22, contra o Internacional, no Beira-Rio.

Veja também:

Lembre os jogos que o São Paulo está sem perder no Brasileirão
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade