0

Odair exalta comprometimento do Fluminense, mas prega cautela: 'Jogo a jogo'

Treinador se disse feliz e orgulhoso após vitória por 3 a 1 contra o Santos e a conquista da vaga no G4 na 18ª rodada do Brasileirão

25 out 2020
19h17
atualizado às 19h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Fluminense conquistou um importante resultado ao bater o Santos por 3 a 1 no Maracanã, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória colocou a equipe, que agora chega aos sete jogos sem derrota, no G4 da competição. Após o confronto, Odair Hellmann exaltou a entrega do grupo e explicou o que deu errado no momento do gol de Marinho ao final da primeira etapa. Para ele, mesmo com a boa atuação, falta prestar atenção a alguns detalhes.

Odair Hellmann durante o confronto contra o Santos, no Maracanã (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)
Odair Hellmann durante o confronto contra o Santos, no Maracanã (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)
Foto: Lance!

- Foi uma atuação de organização muito grande na nossa ideia de jogo e performance para conseguir o resultado. Até os 35 minutos do primeiro tempo nós dominamos a partida. Criamos, trabalhamos a bola para desequilibrar a marcação, estávamos bem posicionados para evitar contra-ataques. Levamos um gol em um momento de domínio de jogo, mas quando o Danilo estava fora. Sai uma bola rápida, conversei sobre isso com a equipe. Precisamos estar mais concentrados nessa retomada de partida para não dar essa possibilidade. No segundo tempo eles cresceram um pouco, mas sem nos pressionar porque mantivemos a agressividade. Temos trabalhado bastante para manter a competitividade e a agressividade com bola e sem bola. As oportunidades foram surgindo, poderíamos fechar o placar antes, o que leva o jogo mais nervoso. Mas a equipe estava concentrada e organizada - afirmou.

Mesmo com os bons resultados recentes, Odair freou um pouco a empolgação. O treinador deu a receita para que o Tricolor se mantenha na parte de cima da tabela de classificação até o final. O Flu chega aos 29 pontos e encerra o primeiro turno contra o Fortaleza, no próximo sábado.

- Estou feliz pelo trabalho do grupo e o esforço em toda competição. A qualidade, o comprometimento dos jogadores em todos os aspectos, mesmo passando algumas dificuldades nas partidas. Mantivemos a postura, a união e o trabalho para retomar sempre o melhor resultado e performance no próximo jogo. Estou orgulhoso. Mais uma vitória do grupo, não tínhamos algumas opções, mas costumo valorizar os jogadores que jogam. Sempre fortaleço a ideia que um grupo faz a diferença. Orgulhoso e feliz até o momento, mas muito tranquilo pelo campeonato. Nos coloca em uma posição que fizemos por merecer no campo. Faltam muitos jogos. Precisamos estar atentos e concentrados. Futebol é como termina. Para manter isso sabemos que cada vez será mais difícil, o segundo turno é mais complicado, pois é a definição do campeonato. Os jogos ficam diferentes. Precisamos continuar somando pontos para continuar nesse patamar - afirmou.

- Minha conta é buscar os três pontos contra o Fortaleza. É a matemática que tenho na cabeça todos os dias, sempre o próximo jogo é o mais importante. Indo passo a passo vamos consolidar a campanha. Estou orgulhoso e feliz com a performance, mas só termina na 38ª rodada. Precisamos continuar assim e para isso temos que trabalhar mais, mais forte, corrigir os detalhes, para jogar melhor - completou.

Quem finalmente desencantou nesta noite foi o jovem Marcos Paulo. O jogador não marcava desde 8 de março, em partida contra o Resende pelo Estadual, e vinha sendo bastante criticado. Ele entrou ainda no fim do primeiro tempo após lesão de Nenê e foi bem.

- Um atacante tem a necessidade do gol, é importante dentro da confiança dele. Com o Marcos Paulo não é diferente. É um jogador promissor e que estamos trabalhando muito para que ele evolua. É um excelente menino e excepcional jogador. Há uma disputa e ela é benéfica para o grupo. Talvez na função de lado de campo é onde temos o maior número de jogadores. Tenho usado eles em momentos diferentes, outras características, e ele está nesse processo. Fico feliz que ele tenha feito o gol pois gera mais confiança. Foi em um momento importante. É nessa disputa, no respeito entre nós que vamos evoluir como equipe. Sabendo respeitar o momento de outro jogador que tenha uma característica diferente e esteja entrando em outros momentos - finalizou Odair.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade