1 evento ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

O juvenil e o mentor: Everton Felipe e Diego Souza vão reeditar dupla

Jovem foi 'adotado' por Diego Souza no Sport, onde eles eram companheiros de quarto nas concentrações e amigos inseparáveis. Agora estão juntos de novo no São Paulo

8 ago 2018
08h51
  • separator
  • comentários

Everton Felipe chegará ao São Paulo nesta quarta-feira já sabendo que terá recepção calorosa de um dos líderes do elenco. Diego Souza, camisa 9 titular do líder do Brasileirão, era uma espécie de mentor do meia de 21 anos no Sport.

Companheiros de quarto nas concentrações, os dois passaram dois anos formando uma dupla inseparável no Recife. Oswaldo de Oliveira apelidou Everton Felipe de "rabiola", por estar sempre atrás de Diego Souza, a "pipa".

Um vivia tirando sarro do outro, sempre com registros nas redes sociais. Certa vez, Diego chamou a comissária de bordo para reclamar que Everton estava sentado em seu lugar no avião.

Diego Souza e Everton Felipe estavam sempre juntos no Sport - FOTO:Reprodução/Instagram
Diego Souza e Everton Felipe estavam sempre juntos no Sport - FOTO:Reprodução/Instagram
Foto: LANCE!

A parceria também funcionava dentro de campo, sendo que o ponto alto foi o gol do título pernambucano de 2017, contra o Salgueiro, marcado por Everton após passe do amigo.

Naquela ocasião, Diego Souza tinha na mesa uma proposta do Palmeiras e estava propenso a aceitá-la, mas acabou ficando no Sport após apelos de torcida, diretoria e dos companheiros, que gritaram "fica, Diego" após a conquista da taça, liderados por Everton Felipe.

Em janeiro, quando Diego se transferiu para o São Paulo, Everton postou um texto de agradecimento em seu Instagram. Chamado carinhosamente de "juvenil" pelo colega de 33 anos, referiu-se a ele como "conselheiro, mentor, inspiração e um pai dentro do clube".

Durante a nossa vida, a gente tem a oportunidade de conviver com uma infinidade de pessoas. Na minha, como jogador, centenas já foram os companheiros de clube. Muitos deles, orgulho-me de ter compartilhado o mesmo vestiário. Em dois anos no Sport, porém, nenhum deles ultrapassou a barreira de colega como fez Diego Souza. Mais do que amigo, o juvenil se tornou meu conselheiro, meu mentor, minha inspiração, um pai dentro do clube. Foram duas temporadas de parceria diária, que fizeram de você meu ídolo, um irmão. Onde eu poderia imaginar que um dia eu iria jogar ao seu lado? Onde eu iria imaginar que um dia iria ser seu companheiro de concentração? Nem nos meus melhores sonhos isso aconteceria. Eu cresci vendo seus jogos, seus golaços, suas polêmicas... kkkkkkk Cresci vendo você fazer história e por dois anos lhe perturbei pra caralho kkkkkk. Foi um sonho realizado. Guardarei comigo no coração. Juvenil, muito obrigado por tudo! Você vai, mas deixa sua marca em mim, na torcida rubro-negra e no Sport, não tenho dúvida. Pra mim, você sempre será um ídolo, um cara sensacional, de coração enorme e com uma humildade sem igual. Com você aprendi várias coisas que levarei pra sempre em toda minha vida. Fica essa despedida forçada e a esperança de, quem sabe, a gente poder se reencontrar outra vez nesse mundo da bola, coisa que é difícil, pois você já tá ficando velho 👴🏻 😂😂😂😂😂 Boa sorte nesse novo desafio, juvenil! Que Deus te abençoe e te ilumine sempre coração. Te amo! Obrigado por tudo!

Uma publicação compartilhada por Everton Felipe (@e.felipeoficial) em

Diego Souza diz que não, mas há quem aposte que a reedição da dupla teve peso fundamental da decisão de Everton Felipe de se transferir para o Morumbi.

- Não adianta esconder a grande amizade que há entre eles. Acredito que o São Paulo tenha colhido alguma informação e o Diego avalizou - disse Marineu Barros, empresário do novo são-paulino.

Everton Felipe chegará a São Paulo nesta quarta-feira para fazer exames, assinar contrato e possivelmente treinar com os novos companheiros no CT da Barra Funda.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade