PUBLICIDADE

No dia do 120° aniversário, Náutico assegura 100% no Pernambucano superando o Salgueiro

Timbu chegou a abrir 2 a 0, sofreu o empate no tempo complementar e Kieza se encarregou de selar a vitória no interior do estado

7 abr 2021 23h29
ver comentários
Publicidade

No jogo de dois times que não sabiam o que era perder no Campeonato Pernambucano, o aniversariante Náutico se deu melhor contra o Salgueiro e venceu por 3 a 2 para ficar ainda mais isolado na liderança do campeonato estadual. Os gols foram feitos por Erick (duas vezes) e Kieza por parte dos visitantes enquanto Tarcísio e Felipe Baiano marcaram para o último campeão do torneio.

Partida entre as equipes foi realizada no interior de PE (Thiago Caldas/CNC)
Partida entre as equipes foi realizada no interior de PE (Thiago Caldas/CNC)
Foto: Lance!

A EFICIÊNCIA REINOU

Se na primeira etapa tanto o Carcará como o Timbu tiveram seus momentos de superioridade em relação ao volume de jogo, quem acabou sendo mais efetivo no momento de maior demonstração técnica foi o Alvirrubro onde Erick estava em noite inspirada.

No primeiro lance, ele aproveitou o passe pra trás dado por Jean Carlos e teve frieza para se livrar do marcador e bater bem para inaugurar a contagem na cidade de Salgueiro. Três minutos depois, ele contou com uma boa dose de sorte misturada ao oportunismo no choque entre o goleiro Lucas e o centroavante Kieza para só ter o trabalho de tocar pro fundo das redes adversárias.

PRESSIONOU, MAS LEVOU

Apesar da vantagem importante que já tinha constituído na etapa inicial, o Timbu não diminuiu o volume e se manteve no retorno do intervalo mais perto de marcar o terceiro (seja no chute "mascado" de Kieza em que Lucas Ferreira pulou bem para defender ou na batida firme de Rafinha que estourou na trave esquerda do adversário) do que uma possível reação do Salgueiro.

Entretanto, se no primeiro tempo quem demonstrou eficiência foram os visitantes, dessa vez foi o Carcará que Capitalizou duas chances quase que consecutivas para igualar as coisas no Salgueirão. Primeiro, em ótimo passe de Felipe Baiano onde Tarcísio foi preciso na batida para vencer Alex Alves e, depois, no chute de Felipe Baiano que se aproveitou do corte parcial da zaga do Timbu.

PRESENTE GARANTIDO?

Quando o momento anímico da partida parecia conduzir o confronto para maior chance de virada dos anfitriões, a estrela de Kieza fez diferença. Além de receber o passe de Rhaldney e ser derrubado dentro da área na penalidade marcada pela arbitragem, foi o próprio centroavante que assumiu a responsabilidade de bater no canto direito e fazer o terceiro tento do Náutico.

FINAL DE EMOÇÃO

Para dar um toque considerável de emoção e angústia, o zagueiro Camutanga acabou expulso por uma falta frontal no experiente Ciel em confronto onde o time da capital precisou exercer todo o seu poder de resistência defensiva para, aos 51 minutos, comemorar sua quinta vitória consecutiva no estadual.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

SALGUEIRO 2 x 3 NÁUTICO

Local: Estádio Cornélio de Barros Muniz e Sá, em Salgueiro (PE)

Data e hora: 07/04/2021 - 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Gilberto Castro Júnior

Assistentes: Francisco Chaves e Dhiego Cavalcanti

Cartões amarelos: Felipe Baiano, Sinho, Elenilson (SAL) / Vinicius, Jean Carlos, Hélio dos Anjos, Wagner Leonardo, Djavan, Marciel (NAU)

Cartões vermelhos: Camutanga, Hélio dos Anjos (NAU)

GOLS: Erick (24' e 27'/1°T) (0-2), Tarcísio (24'/2°T) (1-2), Felipe Baiano (27'/2°T) (2-2), Kieza (32'/2°T) (2-3)

SALGUEIRO (Técnico: Daniel Neri)

Lucas Ferreira; Sinho, Elenilson, Richard e Alan Pires; Bruno Sena, Moreilândia (Aruá, aos 10'/2°T) e Felipe Baiano; Tarcísio, Ciel e Alison Araçoiaba (Héricles, aos 39'/1°T).

NÁUTICO (Técnico: Hélio dos Anjos)

Alex Alves; Hereda (Williams Bahia, aos 43'/2°T), Camutanga, Ronaldo Alves e Rafinha (Wagner Leonardo, aos 27'/2°T); Djavan (Marciel, aos 27'/2°T), Rhaldney, Jean Carlos (Luiz Henrique, aos 42'/2°T) e Vinicius; Kieza e Erick (Bryan, aos 27'/2°T).

Lance!
Publicidade
Publicidade