0

No clássico pernambucano, Náutico leva a melhor sobre o Sport pela Copa do Nordeste

Timbu consegue anular investidas do rival e, com gols de Ronaldo Alves e Jean Carlos, garantiu mais um feito na competição

15 fev 2020
20h10
  • separator
  • 0
  • comentários

Na expectativa para mais um grande clássico pela Copa do Nordeste, Náutico e Sport entraram em campo, neste sábado (15), pela quarta rodada. Conseguindo marcar o primeiro tento nos minutos iniciais, o Timbu administrou o placar até o término da etapa e, aproveitando a superioridade numérica em campo, ampliou com Jean Carlos, dando números finais ao jogo.

Ronaldo Alves comemora seu gol diante o Sport (Foto: Divulgação/Náutico)
Ronaldo Alves comemora seu gol diante o Sport (Foto: Divulgação/Náutico)
Foto: Lance!

Com o resultado, a equipe da casa subiu para a vice-liderança do Grupo A, agora com 7 pontos somados. Já os visitantes desceram para a 5ª colocação, porém mantendo-se com 5 pontos.PRIMEIRO TEMPO

Na esperança de conquistar mais uma vitória na competição, o Náutico iniciou bem o confronto diante o Sport, no estádio dos Aflitos. Logo aos 7 minutos, Ronaldo Alves, aproveitando desvio de Ewerton, finalizou com precisão de cabeça para marcar o primeiro do time da casa. 1 a 0.

Na busca pelo empate, a equipe do Leão não quis saber de ceder espaços. Mesmo com algumas investidas, a equipe comandada por Cesar Lucena chegou a pressionar com Elton, mas o atacante acabou não conseguindo ter êxito nas finalizações.

Até os acréscimos, o panorama do jogo manteve-se igual. Com isso, foi a deixa para a arbitragem colocar um ponto final na etapa.

SEGUNDO TEMPO

Na volta para a última etapa, o Sport iniciou o duelo de maneira mais ofensiva. Em uma primeira chance, outra vez ele, Elton, não conseguiu completar de carrinho, passando a bola pelo atacante.

E as coisas complicaram ainda mais para o Leão pouco depois dos 10 minutos. Em nova falta do camisa 33, o juiz acabou dando o cartão vermelho, deixando os visitantes com 10 em campo.

Aproveitando a vantagem numérica em campo, o Náutico colocou pressão no rival. Logo na sequência, Jorge Henrique, por muito pouco, não aumentou a conta para o Timbu, já que Luan conseguiu evitar o tento.

Com o tempo passando, os dois treinadores optaram por modificar um pouco suas equipes. Por parte dos donos da casa, a ideia foi reforçar o gás no ataque tentando dar uma tranquilidade no jogo, já por parte do Leão, a ideia também foi reforçar o setor ofensivo, visando um possível gol de empate.

E as substituições acabaram ajudando mais a equipe do Náutico. Aos 30, Jean Carlos, de fora da área, arriscou um lindo chute que não deu chances ao goleiro Luan Polli. Era o segundo do Timbu no jogo.

Tentando uma reação histórica até os minutos finais, a equipe do Sport, com novas modificações, até que tentou pressionar. Entretanto, sem expectativas nos acréscimos, praticamente deixou o tempo correr até o encerramento do duelo.

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade