0
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Nesta segunda, Cueva se reapresenta ao São Paulo, que pretende vendê-lo

Diretoria do Tricolor combinou com o atleta que sua reintegração ao elenco seria no dia 9 de julho; atualmente, o peruano tem pouco espaço na equipe de Diego Aguirre

9 jul 2018
07h27
  • separator
  • comentários

Camisa 10 do São Paulo, o peruano Cueva deve se reapresentar nesta segunda (9) ao CT da Barra Funda. Depois de ser eliminado da Copa do Mundo com a seleção de seu país ainda na primeira fase, o meio-campista retorna ao Tricolor exatos 60 dias após sua última aparição no Morumbi. O clima para sua volta, no entanto, não é nada festivo.

Titular da seleção peruana se reapresenta nesta segunda ao CT da Barra Funda (AFP)
Titular da seleção peruana se reapresenta nesta segunda ao CT da Barra Funda (AFP)
Foto: LANCE!

Jovem (26 anos), habilidoso e um dos símbolos da geração peruana que levou o país ao Mundial após um hiato de 36 anos, Cueva tem mercado no exterior e, principalmente, vontade de jogar fora da América do Sul. A intenção da diretoria tricolor seria vendê-lo durante a Copa do Mundo por um valor alto.

O problema, no entanto, é que o meio-campista não teve uma grande atuação na Rússia e, inclusive, ficou marcado por perder um pênalti na partida de estreia, contra a Dinamarca. Com isto, as propostas que o São Paulo tanto aguardava pelo seu camisa 10 ainda não vieram.

Diante do impasse, o jogador será reintegrado ao elenco. Atualmente, o técnico Diego Aguirre possui um esquema tático muito bem definido e não há espaço para o peruano entre os titulares, embora o talento do armador não seja desconsiderado como uma alternativa para equipe.

- O Cueva pode ser vendido. Estamos esperando o que vai acontecer agora, algumas movimentações de mercado. Vai ter alguns dias de férias e estamos na expectativa do que vai acontecer. Se não for vendido, contaremos com ele - disse o comandante uruguaio durante a intertemporada.

Diante do contexto, tanto o clube - que no início da temporada recusou uma oferta saudita que poderia chega aos 8 milhões de euros - como o atleta esperam uma proposta gorda. Enquanto isso não acontece, o peruano seguirá trabalhando com o restante do grupo no CT da Barra Funda.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade