1 evento ao vivo

Nate Diaz provoca McGregor e Khabib: 'Já bati na cara dos dois'

O norte-americano, em entrevista ao programa Ariel Helwani's MMA Show da ESPN, afirmou que não quer a trilogia com o irlandês Conor McGregor

4 jun 2019
14h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Um dos maiores personagens do UFC na atualidade, Nate Diaz voltou a disparar provocações contra seus desafetos. O norte-americano, em entrevista ao programa Ariel Helwani's MMA Show da ESPN, afirmou que não quer mais lutar com Conor McGregor. Os dois se encontraram duas vezes no octógono. Na primeira oportunidade, Nate finalizou, mas na segunda foi derrotado na decisão majoritária dos árbitros.

Nate Diaz fará seu retorno ao UFC no próximo mês de agosto após ficar três anos afastado (Foto: Getty Images / UFC)
Nate Diaz fará seu retorno ao UFC no próximo mês de agosto após ficar três anos afastado (Foto: Getty Images / UFC)
Foto: Lance!

- A trilogia não me interessa. Estou interessado em vencedores. Ele perdeu sua última luta, e eu venci a minha última luta. Vocês acham que eu quero enfrentar um cara que tomou uma surra? Sou faixa-preta de Jiu-Jitsu. Aquilo nunca aconteceria comigo. O UFC fica me sacaneando, dizendo que eu recusei lutas. Eu fico aqui pensando de onde eles tiraram isso! Eles dão o mundo para um cara, e depois acabam com ele. É por isso que eu não luto. Por que vou trabalhar para alguém que fica brincando comigo? Já se passaram três anos e eles querem que eu fique pedindo uma luta contra Conor logo após ele perder? Nada disso! Eu venci a minha última luta. Eu luto contra Khabib, que fica agindo como seu eu tivesse que vencer para enfrentá-lo. Qual é a sua, cara? Você é que tem que vencer para lutar comigo. Eu bati na sua cara - disparou.

Nate seguiu falando sobre Khabib Nurmagomedov, atual campeão peso-leve do UFC. O lutador relembrou a confusão que teve com "The Eagle" nos bastidores do WSOF (atualmente PFL) em 2015, nos Estados Unidos. Ambos estavam na edição para acompanhar os seus respectivos parceiros de treino.

- Eu dei um tapa na cara do Khabib. Já falei sobre isso. Ele estava lá com um amigo tirando fotos minhas e tentando arrumar briga comigo. Então eu fui lá e bati na sua cara. E venci Conor mais rapidamente e mais facilmente do que ele. Khabib ignora isso, age como se não fosse nada. Ele fica bancando o babaca. Mas eu não ligo. Não preciso lutar com ele. Já tenho uma vitória sobre ele. Agora ele vai ficar se escondendo e brincando de ser campeão, bancando o bonzinho. F****-se o "Senhor Humilde". F****-se o Khabib. Eu não acredito nele. Não tenho que sentar aqui e ficar correndo atrás de ninguém. Se alguém quer correr atrás de alguém, que venham atrás de mim. Vou deixar essa categoria como campeão. Eu bati na cara de Conor e de Khabib. Venci os dois. Como eles podem se achar vencedores? - comentou.

Sem lutar desde agosto de 2016, justamente quando foi derrotado por McGregor, Nate tem retorno programado para o UFC 241, em Anaheim (EUA), para o dia 17 de agosto. O confronto com o ex-campeão Anthony Pettis vai acontecer no peso-meio-médio. O americano disse que não voltará aos leves.

- Eu não luto mais no peso-leve. Essa categoria agora é passado para mim. Chegou a hora de lutar em uma categoria mais confortável. Não tem mais nada para mim lá. Já fiz tudo o que podia fazer lá, bati em todo mundo. Me sinto o rei daquela divisão. Eu sou o rei do peso-leve, e vou deixá-lo como está. Detesto aquilo lá. É muito fraco - apontou.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade