0

Na Rússia, Iniesta desabafa: 'Desde os 30 anos me chamam de velho'

Um dos maiores jogadores da história do futebol espanhol está perto de se aposentar da seleção espanhola e vê a Copa da Rússia como chance encerrar com chave de ouro

28 jun 2018
17h03
  • separator
  • comentários

Andrés Iniesta pode estar jogando seus últimos minutos com a camisa vermelha da seleção espanhola. Autor do gol mais importante da história do futebol espanhol, o jogador deu entrevista ao jornal "Marca" e desabafou sobre a questão de sua idade e como a seleção é tratada pela imprensa:

O camisa 6 pode estar se despedindo da seleção (Foto: JOSE JORDAN / AFP)
O camisa 6 pode estar se despedindo da seleção (Foto: JOSE JORDAN / AFP)
Foto: Lance!

- Ouço desde os meus 30 anos que sou velho. Não posso censurar ninguém, todo mundo tem sua opinião. Em todos os jogos em que não conseguimos o resultado, parece que perdemos a Copa. Eu vejo uma boa geração chegando, jogadores importantes em suas equipes e que podem dar alegrias na selção. Não tenho dúvida sobre as qualidades e o comprometimento deles - afirmou.

Além da seleção espanhola, Iniesta falou sobre diversos assuntos na entrevista. Confira alguns tópicos tocados pelo camisa 6 espanhol:

Caminho mais fácil para final da Copa

- Na teoria, não existem grandes equipes ou grandes nomes que vêm na cabeça. Estamos pensando apenas na Rússia. Espero que depois desse jogo
contra eles, tenhamos outro adversário para enfrentar.

Despedida do Barcelona

- Tudo começa e tudo termina. Esses momentos já passaram, não tive muito tempo para pensar nesse assunto porque estou na seleção.

Julen Lopetegui deixando o comando da Espanha

- Foi uma situação complicada para gente. Ninguém gostou de viver isso, mas aconteceu. A partir disso, o grupo respondeu muito bem e acho que em outras circunstâncias não estaríamos aqui. Foi uma situação muito desconfortável para todos nós e nos unimos para ganhar a Copa e dar alegria ao nosso povo.

Hierro assumindo a seleção espanhola

- A continuidade tem que ser valorizada por ele e pela Federação. Eu falo de continuar porque aceitar esse desafio não é uma tarefa fácil. Desejo boa sorte e que nesta Copa todos nós fiquemos felizes.

Utilização do árbitro de vídeo

- Tudo que é pra melhorar, é uma coisa boa. Existem jogadas em que ações devem ser corrigidas, tudo mais justo, tudo melhor. Mesmo com o VAR, algo pode escapar, no final, é o árbitro que tem a decisão final.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade