0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Mundial Sub-17: Brasil busca ampliar freguesia sobre o Chile para avançar nas oitavas de final

Volante Daniel Cabral fala em 'nova competição'; Della Déa repete time que bateu a Angola

5 nov 2019
20h31
  • separator
  • 0
  • comentários

A partir de agora, cada jogo é decisivo. Em partida única, o Brasil encara o Chile nesta quarta-feira, pelas oitavas de final do Campeonato Mundial Sub-17. As equipes duelam no Estádio Bezerrão, às 20h, em Gama, cidade-satélite de Brasília. Para passar de fase, a equipe de Guilherme Della Déa se apega em um retrospecto recente bastante favorável.

CHILENOS FREGUESES

As equipes sub-17 de Brasil e Chile se enfrentaram em dois amistosos em agosto, disputados em Goiânia. O time verde e amarelo venceu ambos: o primeiro por 2 a 1, em que Reinier (vetado pelo Flamengo para o Mundial) e Peglow balançaram as redes; o segundo por 3 a 1, com dois gols de Reinier e um de Gabriel Veron.

Apesar do histórico animador, Daniel Cabral, titular em todas as partidas do Brasil na competição, não quer dar sopa para o azar. O volante do Flamengo encara a segunda fase do Mundial, em jogos eliminatórios, como um novo campeonato.

- Com certeza vai ser um jogo muito difícil, é uma grande equipe. Mas estamos muito confiantes para mais este confronto. Queremos fazer nosso melhor e seguir com nosso bom trabalho. É uma outra competição, um outro momento - disse Daniel.

Contra o Chile, Guilherme Della Déa repetirá time que venceu a Angola na última sexta (Foto: Divulgação/CBF)
Contra o Chile, Guilherme Della Déa repetirá time que venceu a Angola na última sexta (Foto: Divulgação/CBF)
Foto: Lance!

Daniel Cabral será titular mais uma vez no Mundial sub-17 (Foto: Divulgação/CBF)

O rival desta quarta-feira tem apenas uma vitória no torneio. La Roja perdeu jogos para para a França, por 2 a 0, e Coreia do Sul por 2 a 1. O único triunfo veio contra o o Haiti, por 4 a 2.

Em busca do quarto título mundial da categoria, a Seleção brasileira treinou na tarde desta terça-feira, em campo do Cecaf (Centro de Capacitação e Aperfeiçoamento Físico), na capital federal. Para encarar os chilenos, Guilherme Dalla Déa repetirá o time que venceu a Angola por 2 a 0, na última sexta.

GREMISTA GANHA VAGA
O lateral-direito Yan, do Coritiba, titular da equipe nas dois primeiros jogos, segue fora. Expulso devido a um pisão em um neozelandês, na segunda rodada, o jogador foi punido com mais uma partida de suspensão, e volta a ficar disponível caso o time brasileiro avance às quartas-de-final.

Titular somente contra os angolanos, Diego Rosa, do Grêmio, permanece na equipe na vaga que foi de Talles Costa, meia do São Paulo, nas duas primeiras rodadas. O Brasil vai a campo com:

Matheus Donelli; Garcia; Henri, Luan Patrick e Patryck; Daniel Cabral; Veron, Diego Rosa, Peglow e Talles Magno; Kaio Jorge.

Caso vença o Chile, o Brasil enfrentar o Equador ou Espanha nas quartas de final, em duelo marcado para a próxima segunda-feira, no Estádio Olímpico de Goiânia.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade