0

Mobilização por Yaya Touré: euforia e alta do sócio-torcedor no Botafogo

Torcida do Alvinegro demonstra empolgação por possível chegada do marfinense, bomba programa de associados e promete realizar mais uma grande festa de recepção

21 fev 2020
06h04
atualizado às 12h01
  • separator
  • 0
  • comentários

Detalhes separam o Botafogo de um desfecho positivo com Yaya Touré. Após conversa por telefone com Carlos Augusto Montenegro, ex-presidente do clube e atual membro do Comitê Executivo de Futebol, os dois devem se encontrar em Paris para selar o acordo, assinar o contrato e, desta forma, iniciar uma nova trajetória no Rio de Janeiro.

Longe de toda a burocracia, a torcida do Botafogo, mais uma vez, se fez presente. Desde de que o meio-campista de 36 anos foi oferecido, hashtags apoiando a contratação de Yaya Touré dominaram os assuntos mais comentados do Twitter, até mesmo em âmbito mundial. O marfinense ficou impressionado com o impacto dos botafoguenses em suas redes sociais.

Yaya Touré pode jogar no Botafogo (Foto: Lance!)
Yaya Touré pode jogar no Botafogo (Foto: Lance!)
Foto: Lance!


Assim como na chegada de Keisuke Honda, apresentado há cerca de duas semanas, a torcida do Botafogo teve papel importante para a possível entrada de mais um jogador com calibre mundial ao elenco. Com tudo concretizado, Yaya Touré assinará um contrato válido por duas temporadas e vai receber um salário de R$ 200 mil por mês, que poderá ser aumentado com as participações nas ações de marketing do clube.

O marfinense nem chegou, mas já causou um efeito positivo na torcida. No último sábado, o Botafogo tinha menos de 25 mil sócios-torcedores. Desde então, a torcida se mobilizou por uma associação em massa e, nesta quinta-feira, o clube ultrapassou a marca de 28 mil sócios-torcedores. Foram quase novos 4 mil novos torcedores oficiais em menos de cinco dias.

Internamente, a ansiedade pela possível chegada de Yaya Touré também não é escondida. Paulo Autuori, atual treinador do Botafogo, afirmou, após a classificação na Copa do Brasil diante do Náutico, na última quarta-feira, que conversou com o marfinense. Vale ressaltar que o meio-campista gostou daquilo que ouviu do possível novo comandante.

- O papo foi reto, quis mostrar a realidade do Brasil como país, a do Rio como cidade. O ridículo calendário brasileiro que temos, e como o jogador às vezes não consegue se preparar corretamente. Mostrei a situação real. Porque amanhã ou depois, se concretiza, ele sente que nós não falamos a verdade. Isso tem que ser falado de maneira real. Ele falou que está muito animado e ficou feliz com a nossa conversa - afirmou Autuori.

O "Dia D" por parte de Yaya Touré pode resultar em uma das maiores contratações da história do Botafogo, assim como foi a chegada de Clarence Seedorf, em 2012. Desta vez, contudo, o Botafogo não dá dois passos maiores que a própria perna. Os dirigentes agem com cautela para adequar o meio-campista para a realidade financeira do clube.

O momento dentro e fora de campo pode não ser dos melhores, mas a torcida do Botafogo se fez presente e foi importante para atrair dois jogadores conhecidos em âmbito mundial. Assim como Keisuke Honda, os botafoguenses devem preparar uma festa de parar aeroportos para receber Yaya Touré.

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade