0
Logo do Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians

Corinthians

Meu rival favorito? Corinthians tem relação de céu e inferno com o Vasco

Timão tem ótimo retrospecto recente contra o adversário deste sábado, de quem não perde em casa desde 2007. Mas foi justamente a derrota que o aproximou da queda...

17 nov 2018
06h12
atualizado às 06h12
  • separator
  • comentários

Uma derrota neste sábado, às 19h, contra o Vasco na Arena será encarado pelo Corinthians como uma tragédia para suas pretensões no Campeonato Brasileiro. A fase é péssima, o risco de rebaixamento assusta, mas ainda há razões para se apegar. Uma delas é o retrospecto recente contra o adversário. Olhando apenas os números, não haveria rival melhor para a reabilitação.

Em 2007, no Pacaembu, a última derrota do Corinthians em casa para o Vasco: ano da queda... (Foto: Divulgação)
Em 2007, no Pacaembu, a última derrota do Corinthians em casa para o Vasco: ano da queda... (Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

O Corinthians não perde como mandante para o Vasco desde 2007. Em 11 anos, foram oito vitórias e dois empates. Um dos triunfos entrou para a galeria dos mais importantes da história do clube paulista e ainda está vivo na memória do corintiano: vitória por 1 a 0 nas quartas de final da Libertadores 2012, gol de Paulinho, no Pacaembu. Animador, não? Ainda mais se lembrarmos que foi contra o Vasco a última vitória do Timão fora de casa neste Brasileiro, há um turno. Mas nem tudo são flores.

Coincidentemente, o último tropeço do Corinthians para o adversário dentro de seus domínios traz as piores lembranças possíveis aos corintianos. Em novembro de 2007, o Timão vivia situação parecida com a de agora e precisa vencer de todo o jeito para não cair no Brasileiro. Mas foi derrotado por 1 a 0 no Pacaembu, com gol de Alan Kardec. A queda foi sacramentada na rodada seguinte contra o Grêmio, ironicamente o adversário da última rodada deste ano também.Alheio aos números, o goleiro Cássio pediu apoio ao torcedor e acredita que uma vitória no jogo de "guerra", como jogadores e torcedores classificaram, praticamente selará a permanência do Corinthians na Série A, faltando três rodadas.

- Tem de ter personalidade agora. Temos quatro jogos, com 46 pontos já tira qualquer chance, mas talvez 45, 44 sejam suficientes. Uma grande vitória amanhã já deixa bem encaminhado. Temos de estar focados no jogo contra o Vasco. Jogo difícil, importante, que temos de vencer. - afirmou o capitão.

A partir das 19h, o Corinthians começará a dizer se o Vasco é mesmo o rival favorito ou se novamente ficará marcado em um episódio para ser esquecido.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade