0

Metade dos atletas usados pelo São Paulo em 2020 veio da base do clube

Dos 30 jogadores que fizeram pelo menos um jogo oficial pelo Tricolor neste ano, 15 tiveram passagem pelas categorias de formação do clube e dois são titulares absolutos

22 mar 2020
07h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Antes da paralisação do futebol nacional e internacional por conta da pandemia de coronavírus, o São Paulo teve praticamente dois meses de competições oficiais. Nesse período, o clube completou 12 jogos entre Paulistão e Libertadores, e utilizou 30 jogadores para esses compromissos. Interessante notar que metade deles teve passagem pela base tricolor.

Contra o Botafogo-SP, oito titulares eram jogadores formados na base do Tricolor (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Contra o Botafogo-SP, oito titulares eram jogadores formados na base do Tricolor (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: Lance!

Vale lembrar que na 9ª rodada do Campeonato Paulista, o técnico Fernando Diniz optou pela utilização de um time todo alternativo para enfrentar o Botafogo-SP, pensando em poupar os jogadores titulares que tiveram uma desgastante viagem para a altitude de Juliaca, no Peru, onde foram derrotados pelo Binacional, por 2 a 1, pela estreia na fase de grupos da Libertadores.

Naquele dia, oito atletas provenientes da base foram titulares: Luan, Diego Costa, Liziero, Rodrigo Nestor, Shaylon, Fabinho, Toró e Brenner. Somente Tiago Volpi, Anderson Martins e Everton não tinham passagem por Cotia. Entre os reservas, Welington e Fasson entraram em campo e elevaram o número de pratas da casa para dez. O colombiano Tréllez completou o grupo dos "outros".

Sem dúvidas, o duelo em Ribeirão Preto inflacionou a participação dos formados na base no elenco atual, porém isso comprova uma maior utilização dessa "mina de ouro" fornecida por Cotia. Foi uma das maneiras de fortalecer o elenco mesmo diante da dificuldade de contratar reforços na última janela, devido aos problemas financeiros do clube. Como prêmio, ganhou nomes importantes e vê o amadurecimento crescente de cada um no profissional.Ao observar a participação de cada jogador durante este início de temporada, podemos notar que uma parte deles concentra maior número de jogos, o que indica uma espinha dorsal formada pelo trabalho de Fernando Diniz, mantido desde 2019, bem como a formatação do elenco. Na lista, 11 jogadores fizeram entre nove e 11 partidas oficiais, sendo que apenas Pablo e Hernanes não são titulares, mas estão entre aqueles que entram sempre na equipe.

Antony e Igor Gomes, formados em Cotia, possivelmente integrariam essa lista se não tivessem perdido alguns jogos do Tricolor no começo do ano enquanto estavam com a Seleção Brasileira sub-23, que conquistou vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Atualmente, ambos são figuras garantidas nos 11 inciais de Diniz e os únicos da base do clube com esse status neste momento.

Outros pratas da casa com participação relevante até aqui são Liziero e Toró, com sete e seis jogos respectivamente, e já estavam no elenco em 2019, permanecendo para este ano como opções para o treinador. Helinho, que começou a temporada com a titularidade, por conta da ausência de Antony, fez apenas duas partidas, acabou sofrendo uma lesão no tornozelo e não voltou.

O São Paulo paralisou as atividades do futebol profissional do clube por tempo indeterminado em decorrência da pandemia de coronavírus. Sob as orientações da comissão técnica e do departamento médico do Tricolor, o elenco tem se dividido entre atividades em casa e nas dependências do clube, todas elas individualizadas cumprindo os protocolos de prevenção.

Confira todos os jogadores utilizados pelo São Paulo em 2020:

Arboleda - 11 jogos
Daniel Alves - 11 jogos
Tchê Tchê - 11 jogos
Tiago Volpi - 11 jogos
Alexandre Pato - 11 jogos
Pablo - 11 jogos
Hernanes - 11 jogos (formado na base)
Reinaldo - 10 jogos
Bruno Alves - 10 jogos
Vitor Bueno - 10 jogos
Juanfran - 9 jogos
Liziero - 7 jogos (formado na base)
Igor Gomes - 6 jogos (formado na base)
Toró - 6 jogos (formado na base)
Everton - 5 jogos
Antony - 4 jogos (formado na base)
Brenner - 4 jogos (formado na base)
Igor Vinícius - 3 jogos
Anderson Martins - 2 jogos
Lucas Perri - 2 jogos (formado na base)
Helinho - 2 jogos (formado na base)
Luan - 2 jogos (formado na base)
Léo - 1 jogo
Rodrigo Nestor - 1 jogo (formado na base)
Shaylon - 1 jogo (formado na base)
Diego Costa - 1 jogo (formado na base)
Fabinho - 1 jogo (formado na base)
Tréllez - 1 jogo
Welington - 1 jogo (formado na base)
Fasson - 1 jogo (formado na base)

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade