0

Medina avança e pode ser campeão do WCT em Peniche. Toledo está fora

Se vencer a etapa de Portugal e o australiano Julian Wilson não chegar às semifinais, Medina se torna bicampeão do Circuito. Próximas baterias estão marcadas para sexta

18 out 2018
12h36
atualizado às 13h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Sonhando com o bicampeonato do Circuito Mundial de Surfe, Gabriel Medina fez bonito nesta quinta-feira na etapa de Portugal. Disputada em Peniche, as baterias do round 3 e 4 foram realizadas nesta manhã e o surfista brasileiro avançou para às quartas de final da competição. Segundo colocado no ranking da temporada, Filipe Toledo foi eliminado no terceiro round. Já o australiano Julian Wilson, que também está na disputa pelo título, fechará a bateria do quarto round somente nesta sexta.

Com duas boas vitórias no dia, Medina tem chance de ser campeão do WCT ainda nesta etapa (Divulgação/WSL)
Com duas boas vitórias no dia, Medina tem chance de ser campeão do WCT ainda nesta etapa (Divulgação/WSL)
Foto: Lance!

Com Felipe Toledo já eliminado, Medina pode se sagrar campeão do Circuito Mundial já na etapa de Portugal. Para isso acontecer ele precisa vencer a etapa e Wilson não pode chegar à semifinal. Se o brasileiro for vice-campeão ou cair antes disso, a disputa será decidida na última etapa, no Pipeline Masters, no Havaí, independentemente dos resultados de Wilson.

Round 3
O dia em Peniche começou com uma disputa entre dois compatriotas. Ítalo Ferreira levou a melhor sobre Jesse Mendes e avançou à fase seguinte. Em disputa com o polinésio Michael Bourez, o brasileiro Michael Rodrigues foi derrotado e deu adeus à etapa. Tomas Hermes caiu em sua bateria para o australiano Wade Carmichael e Willian Cardoso acabou desclassificado frente ao também australiano Adrian Buchan.

Na bateria de número 6, Gabriel Medina enfrentou o australiano Ryan Callinan e teve dificuldades já que o adversário atravessa boa fase. Callinan vinha de um vice-campeonato na última etapa, na França, e tornou-se uma das sensações da perna europeia do circuito. O australiano abriu certa vantagem sobre o brasileiro, mas o campeão mundial de 2014 obteve uma nota 7.93 e virou a bateria para cima do concorrente. Medina terminou com 13.60 contra 7.33 de Callinan e avançou para a quarta fase.

Ainda sonhando com o título da temporada, Filipe Toledo não teve um dia nada feliz em Peniche. Filipinho enfrentou o francês Joan Duru e acabou eliminado com um placar apertado de 12.10 contra 12.50 do adversário. Terceiro colocado no atual ranking da WCT e ainda com chances de título, o australiano Julian Wilson bateu o brasileiro Ian Gouveia no round 3 e também foi à fase seguinte.Round 4
Aproveitando as boas condições das ondas, a organização do Mundial do Surfe decidiu por iniciar o quarto round nesta quinta-feira. A primeira bateria desta fase teve a participação do brasileiro Ítalo Ferreira. O quarto colocado no ranking fez boa prova e levou a melhor sobre o havaiano Ezekiel Lau e o australiano Matt Wilkinson, avançando para as quartas da competição.

Na segunda bateria, foi a vez de Medina demonstrar seu favoritismo e bater Michael Bourez e o português Frederico Morais. O brasileiro fechou com 11.67, contra 7.84 do polinésio e 3.63 do lusitano. A quarta bateria, em que Julian Wilson se encontra, foi adiada para a manhã desta sexta-feira.

Baterias do round 3
1. Ítalo Ferreira (BRA) 13.66 x 13.30 Jesse Mendes (BRA)
2. Kolohe Andino (EUA) 13.40 x 13.40 Ezekiel Lau (HAV) *
3. Jordy Smith (AFS) 12.77 x 12.83 Matt Wilkinson (AUS)
4. Conner Coffin (EUA) 10.40 x 11.33 Frederico Morais (POR)
5. Michel Bourez (PFR) 12.33 x 11.14 Michael Rodrigues (BRA)
6. Gabriel Medina (BRA) 13.60 x 7.33 Ryan Callinan (AUS)
7. Filipe Toledo (BRA) 12.10 x 12.50 Joan Duru (FRA)
8. Kanoa Igarashi (JAP) 13.60 x 9.77 Jeremy Flores (FRA)
9. Wade Carmichael (AUS) 10.17 x 5.30 Tomas Hermes (BRA)
10. Owen Wright (AUS) 15.27 x 6.97 Patrick Gudauskas (EUA)
11. Willian Cardoso (BRA) 7.03 x 9.66 Adrian Buchan (AUS)
12. Julian Wilson (AUS) 13.90 x 7.17 Ian Gouveia (BRA)

Baterias do round 4
1. Ítalo Ferreira (BRA) 14.60 x Ezekiel Lau (HAV) 6.00 x Matt Wilkinson (AUS) 13.30
2. Frederico Morais (POR) 3.63 x Michel Bourez (PFR) 7.84 x Gabriel Medina (BRA) 11.67
3. Joan Duru (FRA) 11.50 x Kanoa Igarashi (JAP) 9.10 x Wade Carmichael (AUS) 7.93
4. Owen Wright (AUS) x Adrian Buchan (AUS) x Julian Wilson (AUS)

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade