4 eventos ao vivo

Maurício Barbieri não descarta poupar time do Fla, para domingo

Após empate morno com a Ponte Preta, que confirmou a classificação na Copa do Brasil, Rubro-Negro tem jogo com a Chapecoense, fora de casa; Treinador não fala como efetivo

10 mai 2018
22h37
atualizado às 22h37
  • separator
  • 0
  • comentários

Maurício Barbieri chegou ao oitavo jogo oficial no comando do Flamengo, sem saber o que é derrotas, após o empate sem gols com a Ponte Preta, no Maracanã, que garantiu à classificação da equipe para às quartas de finais da Copa do Brasil. Entretanto, na próxima quarta, a equipe tem uma importante partida diante do Emelec (EQU), pela Copa Libertadores, que pode definir o futuro da equipe na competição.

Maurício Barbieri durante o jogo entre Flamengo e Ponte Preta (Foto: Paulo Sérgio/Agência F8)
Maurício Barbieri durante o jogo entre Flamengo e Ponte Preta (Foto: Paulo Sérgio/Agência F8)
Foto: Lance!

Antes disso, a Chapecoense em Chapecó. Ciente da desgastante rotina de jogos e da difícil viagem até a cidade catarinense, o treinador não descarta poupar a equipe, pela primeira vez.

- Se entendermos que existe um desgaste excessivo de algum atleta, obviamente vamos preservar esse jogador para o jogo com a Chapecoense - disse o treinador, falando sobre a situação de Juan e Diego. O zagueiro foi poupado, o meia segue em recuperação:

- As situações do Diego e do Juan são diferentes. O Juan veio, mas entendemos que não está 100%. O Diego vem em uma crescente, mas não teve condição de vir para o banco. Vamos avaliar amanhã. Se houver possibilidade, vai viajar para o jogo contra a Chapecoense - sacramentou.

Sobre a classificação sobre a Macaca, o treinador acredita que a Ponte Preta, mesmo precisando do resultado, veio por uma bola, o que pode ter prejudicado o desenvolvimento do jogo rubro-negro.

- Apesar de a Ponte estar em desvantagem no placar, veio fechada. Até acharam essa bola, e a gente conversou sobre isso com os jogadores. A equipe não se portou da maneira que a gente esperava - disse, concluindo:

- Eles vieram numa postura mais recuada do que lá em Campinas. Mas, se você for analisar, a gente talvez tenha criado mais chance de gol do que lá. A equipe como um todo não conseguiu desenvolver o jogo como esperávamos
TREINADOR SEGUE COMO "INTERINO'
Independente da invencibilidade no comando do Flamengo - são oito jogos oficiais sem derrotas e um amistoso - Barbieri segue com o mesmo discurso que não se considera o treinador do Fla e, sim, apenas fazendo seu trabalho:

- É uma decisão da direção. Não são oito jogos invictos do Maurício. São jogos do Flamengo. Temos vários profissionais envolvidos. É uma marca da equipe e me deixa feliz - esquivou.

O adversário do Flamengo nas quartas da Copa do Brasil será definido em sorteio feito pela CBF, apenas depois da Copa do Mundo, já que muitos confrontos serão definidos, após o Mundial.

O elenco rubro-negro se reapresenta na manhã de sexta, no Ninho do Urubu, e viaja para Chapecó logo após o treino. Defendendo a liderança do Brasileirão, o Flamengo enfrenta a Chapecoense neste domingo, às 16h, na Arena Condá.

VEJA MAIS DA ENTREVISTA DE BARBIERI

Atuação de Paquetá
O Paquetá veio buscar um pouco menos. De novo, a gente não fez um jogo como gostaríamos, mas tivemos domínio da posse de bola. Parabenizei pela classificação.

Mudança de postura contra Inter e Ponte
O Inter também veio fechado. Queríamos o Paquetá hoje mais próximo do gol. Não funcionou como queríamos. Mas tivemos mais posse de bola e o domínio. Nos mantemos vivos e bem em todas as competições

Everton Ribeiro
Temos conversado para o Everton. Em alguns momentos ele tem atuado mais pelos lados. É um jogador que vem crescendo. Está em numa crescente, assim como toda a equipe. Não fizemos o jogo que esperávamos. Queríamos a vitória. Mas estamos numa crescente.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade