0

Marítimo move duas ações contra o Porto por transferência de atletas

Segundo 'Record', clube da Ilha da Madeira queixa-se de calote de 6 milhões de euros (por volta de R$ 31 milhões). Queixas estão no Juízo Central Cível do Funchal

9 jul 2020
15h38
atualizado às 15h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Marítimo interpôs na terça-feira passada, no Juízo Central Cível do Funchal, duas ações contra o Porto em relação a transferência de jogadores. O clube acusa o não pagamento de 5 milhões de euros (por volta de R$ 25 milhões) em uma negociação e, na outra negociação, há uma queixa de não-pagamento de 1,3 milhões de euros (em torno de R$ 6 milhões).

Jogadores pivôs de polêmica não tiveram seus nomes divulgados, mas Kleber seria um dos pivôs, segundo jornal (AFP)
Jogadores pivôs de polêmica não tiveram seus nomes divulgados, mas Kleber seria um dos pivôs, segundo jornal (AFP)
Foto: Lance!

Segundo o Record, não foram divulgados os nomes dos jogadores envolvidos. No entanto, o Porto desembolsou justamente 5 milhões de euros para adquirir o brasileiro Kleber em 2011. No ano de 2013, a Comissão Arbitral da Liga Portuguesa de Futebol Profissional isentou os portistas de pagarem qualquer indenização ao Marítimo.

Entretanto, a medida foi revogada nove meses depois pelo tribunal cível do Porto. Isto abriu brecha para o clube da Ilha da Madeira exigir novamente uma compensação financeira.

A publicação afirma ainda que o outro desacordo entre os clubes tem a ver com a saída de Pepe para o Porto e sua negociação posterior para o Real Madrid. Os verde-rubros queixam-se de uma prestação que estaria atrasada.

Veja também:

Dérbi paulista e Gre-Nal prometem esquentar a quarta-feira de decisões nos estaduais
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade