4 eventos ao vivo

Marinho mostra que seus 'minimísseis' não são aleatórios

Atacante do Santos marcou com uma 'bomba' no clássico com o São Paulo

12 set 2020
22h01
atualizado às 22h14
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Marinho tem um talento para gerar memes do mesmo tamanho que tem para criar gols. Logo em seu primeiro tento pelo Santos, em julho do ano passado, contra o Botafogo, o atacante batizou seu chute de "minimíssil aleatório". O nome pegou e praticamente toda finalização do jogador é tratada assim. A verdade, porém, é que as conclusões do camisa 11 não tem nada de aleatórias.

Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro, com sete gols em 10 jogos, Marinho é quem mais vezes marcou de fora da área até agora. Três bolas na rede saíram em batidas de média ou longa distância, assim como a deste sábado, quando decretou o empate em 2 a 2 com o São Paulo, na Vila Belmiro.

Marinho comemora gol no clássico (Foto: Jota Erre/Photo Premium)
Marinho comemora gol no clássico (Foto: Jota Erre/Photo Premium)
Foto: Lance!

Essa foi a segunda vez que o goleador marcou em uma cobrança de falta nesse Brasileirão. Contra o Vasco, em outra igualdade em 2 a 2 na casa santista, o atacante já havia guardado desta maneira. Marinho é o único jogador com mais de um gol de falta na competição até o momento.

Apesar da passagem discreta pelo Grêmio antes de chegar ao Peixe, essa está longe de ser a primeira grande temporada artilheira do canhotinho. Em 2016, pelo Vitória, Marinho foi artilheiro da Copa do Brasil, com seis tentos, e o 5º do Brasileiro, com 12, apenas dois a menos que Fred, William Pottker e Diego Souza, artilheiros da disputa. Fechou a temporada com 21 em 43 jogos.

No ano passado, pelo Santos, foram oito bolas na rede em 28 partidas. Agora já são dez em 14. Números expressivos, principalmente para um atacante de lado de campo. O que mostra que os mísseis de Marinho podem ter vários adjetivos, mas não podem ser chamados de "aleatórios".

Veja também:

Resumão do Mercado - #2
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade