8 eventos ao vivo

Marcos Guilherme, do Al Wehda, lamenta tragédia no CT do Flamengo

Brasileiro revela ligação próxima ao jovem Gedson Santos, um dos garotos que faleceu no incêndio no Ninho do Urubu: 'Gedinho era da minha cidade e sempre o apoiamos'

10 fev 2019
14h51
  • separator
  • 0
  • comentários

O meia-atacante Marcos Guilherme marcou o terceiro gol na vitória de 3 a 1 do Al Wehda sobre o Al Raed, no último sábado, pela 19ª rodada do Campeonato Árabe. Os outros tentos da equipe foram do compatriota Renato Chaves e do árabe Fawaz Al Sagourq. O congolês Mboyo descontou para os donos da casa.

O triunfo deste final de semana, no entanto ficou em segundo plano. A tragédia no CT do Flamengo, na última sexta-feira, deixou o ex-jogador do São Paulo muito abalado. Ele ainda revelou que conhecia e era uma espécie de padrinho do jovem Gedson Santos, um dos garotos que perdeu a vida no incêndio.- É muito triste tudo isso. Quando comecei a ler as notícias sobre o incêndio, fiquei sem chão. O Gedinho era da mesma cidade que eu, Itararé, e nós sempre o ajudamos e o incentivamos a lutar pelos sonhos dele. Antes de ir ao Flamengo, havia jogado no Atlético Paranaense e estava no caminho certo. Infelizmente, a vida e os sonhos dele e de outros garotos foram interrompidos por essa tragédia - disse.

Natural de Itararé, Marcos Guilherme passou pelas categorias de base do Atlético Paranaense e da seleção brasileira. Antes de chegar ao Al Wehda, ele ainda defendeu o Dínamo de Zagreb e o São Paulo.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade